Ir para conteúdo

Benite é MVP, conquista Mundial de Clubes e faz história

Divulgação FIBA

Vitor Benite fez história neste sábado (6/2). Capitão do Hereda San Pablo Burgos, da Espanha, o ala conquistou a Copa Intercontinental FIBA com o triunfo espanhol por 82 a 73 sobre o Quimsa, da Argentina, em jogo disputado no ginásio do Obras Sanitarias, em Buenos Aires.

Com o título, Benite tornou-se o primeiro brasileiro duas vezes campeão mundial de clubes, repetindo o feito conquistado em 2014, quando atuava pelo Flamengo.

Além de levantar a taça, o brasileiro foi eleito o MVP da decisão, liderando o Burgos em quadra com 19 pontos e cinco bolas de três em menos de 28 minutos de ação. O maior pontuador da decisão, no entanto, foi o ala norte-americano Brandon Robinson, do Quimsa, com 25 pontos.

“Não tem nada mais importante na carreira do atleta do que um título. A gente busca isso e não existem muitas oportunidades para jogar um torneio tão importante como este. Fico muito feliz por ganhar pela segunda vez a Copa Interncontinental, por continuar fazendo história com este clube e estar em um momento muito bonito da minha carreira. Sair com o MVP no final das contas é algo mais. Feliz, mas o mais importante é esse título maravilhoso”, celebra Benite.

Divulgação FIBA

A equipe espanhola começou bem a partida, dominando o placar na primeira etapa – especialmente no segundo quarto, quando Thaddus McFadden e Benite lideraram a parcial 31-12 e o Burgos foi para o intervalo com 24 pontos de vantagem (56×32).

Os argentinos voltaram dispostos a reverter o placar e a reação comandada por Robinson ameaçou o título espanhol, cortando o déficit do time local para apenas seis pontos com pouco mais de dois minutos para o fim, mas o Hereda San Pablo Burgos soube administrar as posses de bolas para ficar com o troféu.

O Hereda San Pablo Burgos havia se classificado para o intercontinental após vencer a Champions League 2020, derrotando o AEK, da Grécia, na decisão, por 85 a 74 – no que foi o primeiro título internacional da curta, mas já vitoriosa história do clube, fundado em 2015. Títulos que Benite dedica à cidade espanhola (250 km da capital, Madri), que abraçou o time.

“É um sentimento maravilhoso. (Burgos) é uma cidade completamente apaixonada pelo clube, temos os melhores torcedores da Europa, que estão sempre com a gente. Então, levar um pouco de alegria a eles é o melhor sentimento”, completa o atleta.

Realizada desde 1966, a Copa Intercontinental da FIBA tem o Real Madrid como maior vencedor (5 títulos) e duas conquistas brasileiras: com o Esporte Clube Sírio, em 1979 – time de Oscar Schmidt, Marcel, Marquinhos Abdalla, Eduardo Agra e companhia, treinado por Claudio Mortari – e, mais recentemente, com o Flamengo, em 2014, comandado por José Neto e que tinha nomes como Marcelinho, Marquinhos, Olivinha, Laprovittola e o próprio Benite, agora o único brasileiro bicampeão.

“Feliz em fazer história. O jogador tem que aproveitar, porque não é sempre que isso acontece, e muito feliz de poder ter feito por dois lados diferentes: pelas Américas, com o Flamengo, e agora com um time europeu”, finaliza.

Felipe Souza Ver tudo

Sou o criador do site HSBasketballBR, Blog do Souza e fui co-criador do Live College BR. Fui o primeiro brasileiro a escrever sobre high school para um site americano, o D1Vision. Trabalhei para a Liga Super Basketball como repórter e assessor de imprensa. Também escrevi para os blogs como Jumper Brasil e TimeOut Brasil, tive textos publicados pelo Bala Na Cesta. Trabalho de Scout nas horas vagas e acredito que o estudo diário do basquete, me faz um profissional melhor.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: