Ir para conteúdo

Bem montado!

 

Foto: Facebook / Pato Basquete

No início do campeonato, muito se falavam dos postulantes as últimas vagas para os playoffs. Nessa lista, incluía-se alguns times como Cerrado, Campo Mourão, Pinheiros, Caxias, Brasília e o Pato Basquete. Bem, muitos times oscilaram e, dentre essa lista acima citada, um time conseguiu ficar numa situação mais cômoda nessa briga: o Pato Basquete.

O Pato fez um 1º turno com muitas oscilações, teve boas partidas contra seus concorrentes diretos, Caxias, Cerrado, Brasília, além de uma ótima vitória contra o Bauru, e outras partidas bem abaixo contra times do top 5 e outros adversários diretos, a exemplo do Pinheiros. Mesmo com um turno um pouco abaixo, o time conseguiu se manter na briga e, com o início deste 2º turno, vem fincando seu lugar na zona de classificação.

Conheça o canal do Blog do Souza no YouTube!

Essa boa campanha, dentro do que se imaginava para a equipe, é reflexo de um equilíbrio na montagem de seu time. Quando vemos a rotação do Pato, podemos observar um equilíbrio entre estrangeiros/jogadores jovens/jogadores mais rodados. Time está com Matheusinho (Líder em assistências) e Scheuer (maior eficiência) evoluindo rodada após rodada, inclusive sendo decisivos em vitórias da equipe.  Ambos já tinham experiência no NBB, mas precisavam de uma minutagem maior e conseguiram isso no Pato. Eram jogadores que já haviam mostrado um pouco do seu potencial e precisavam de uma chance – e ela foi dada.

Aliado a juventude, vem Thornton, imprescindível para o Pato, e Funches, que vem a agregar vindo do banco. Thornton é a grande peça ofensiva do Pato, basicamente todas as jogadas passam por ele, quer seja no arremesso final ou no desencadear da jogada. A titulo de comparação, lembra muito o que acontece com Holloway no Fortaleza. Funches, outrora titular, faz com que a rotação ganhe com ele. E, claro, ainda conta com Leal, que, mesmo sendo relativamente muito jovem (24), é muito experiente e conta até com passagem fora do país.

Obviamente, não é só uma boa montagem que garante uma classificação nos playoffs, mas também o que a equipe faz em quadra. Essa parte também vem sendo cumprida pelo Pato. Time entende qual campeonato faz e quais vitórias são indispensáveis para a classificação: os confrontos diretos. Pato dificilmente tropeça nessas partidas e consegue, assim, manter sua posição para os playoffs.

Não é fácil acertar em montagem de elenco, principalmente numa crise como a que vivemos, mas o Pato conseguiu isso. Time bem montado e com um treinador que sabe trabalhar todas as peças, como é o caso do professor André, gera uma probabilidade muito maior de sucesso. Até este momento, o Pato está conseguindo seu objetivo principal e, caso continue assim, tem muitas chances de garantir sua vaga para os playoffs.

Categorias

NBB

Tags

,

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: