Ir para conteúdo

San Antonio se prepara para sediar o torneio de basquete feminino da NCAA

Foto: Divulgação / NCAA

A National Collegiate Athletic Association anunciou que todo o seu torneio de basquete feminino será realizado em uma única área geográfica para diminuir os riscos da pandemia de Covid-19.

A organização já iniciou negociações preliminares com San Antonio para que o local sirva como cidade-sede para o torneio de 64 equipes.

O torneio está previsto para acontecer no final de março e início de abril, com datas e locais a serem anunciados.

Já havia sido anunciado que San Antonio sediaria a Final Four Feminina de 2021.

“Conduzir o campeonato em uma região geográfica, permite mais planejamento e execução de salvaguardas que fornecem benefícios potenciais para a promoção da saúde e segurança dos estudantes atletas, da associação da NCAA e de todos os indivíduos envolvidos no campeonato”, disse Nina King, do basquete feminino da NCAA presidente do comitê e diretor atlético sênior da Duke University.

“Ao tomar essa difícil decisão agora, isso permite uma oportunidade anterior de trabalhar proativamente com as autoridades locais de saúde pública nas comunidades anfitriãs e garante que as diretrizes e protocolos identificados sejam considerados para um ambiente mais controlado”, disse King.

Em novembro, a NCAA anunciou que estava planejando organizar todo o torneio de basquete masculino em uma única cidade em 2021 devido à pandemia.

A NCAA já se envolveu em negociações com a cidade de Indianápolis, Indiana, para sediar o torneio com 68 equipes, geralmente conhecido como March Madness, durante março e abril.

Essas mudanças ocorreram depois que a NCAA cancelou seus torneios de basquete masculino e feminino de 2020 devido à pandemia o que custou cerca de US $ 375 milhões.

A temporada de basquete universitário começou em 25 de novembro, mas já foi atingida por uma série de problemas por causa do coronavírus, com várias equipes individuais adiando e cancelando jogos.

No início deste mês, o técnico de basquete masculino da Duke University, Mike Krzyzewski, questionou abertamente a conveniência de prosseguir com a atual temporada de basquete universitário em meio a desafios contínuos com a pandemia.

“Gostaria apenas que a segurança, a saúde física e mental dos jogadores e da equipe avaliassem em que ponto estamos”, disse Krzyzewski. 

Categorias

Extras

Tags

Felipe Souza Ver tudo

Sou o criador do site HSBasketballBR, Blog do Souza e fui co-criador do Live College BR. Fui o primeiro brasileiro a escrever sobre high school para um site americano, o D1Vision. Trabalhei para a Liga Super Basketball como repórter e assessor de imprensa. Também escrevi para os blogs como Jumper Brasil e TimeOut Brasil, tive textos publicados pelo Bala Na Cesta. Trabalho de Scout nas horas vagas e acredito que o estudo diário do basquete, me faz um profissional melhor.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: