Ir para conteúdo

Fúlvio: o inacabável maestro que dá esperança ao Mogi das Cruzes

13 de dezembro de 2020. O Mogi das Cruzes, com um elenco frágil devido às dificuldades financeiras, ocupa a nona posição no Novo Basquete Brasil (NBB) e garante – momentaneamente – uma vaga nos playoffs da competição. É claro que, muito disso pode ser creditado ao técnico Guerrinha, que é o atual melhor técnico do ano. No entanto, precisamos falar sobre Fúlvio.

Mesmo aos 39 anos, o armador consegue ser o cara do time e decidir jogos a favor da equipe de Mogi, sempre com muita classe. O duelo contra a Unifacisa, realizado na última sexta-feira, é um bom exemplo disso.

Com 34 minutos em quadra, Fúlvio anotou 16 pontos, pegou 5 rebotes e distribuiu incríveis 16 assistências, além de 34 de eficiência, sendo crucial na vitória mogiana sobre a equipe da Paraíba, que estava em viés de alta após quatro vitórias consecutivas.

Vídeo: Reprodução/LNB

Na atual temporada, o armador possui médias de 14.8 pontos, 5 rebotes e 11 assistências, somados para uma eficiência de 23.6 – em assistências, Fúlvio é líder isolado, enquanto em eficiência perde apenas para Georginho de Paula.

As médias, que já são impressionantes por si só, enchem ainda mais os olhos por se tratar de um jogador veteraníssimo que, em 2020/2021, disputa sua décima primeira temporada no NBB.

Foto: Antônio Penedo/Mogi Basquete.

Apesar de nomes como Coleman, Wesley e Fabricio estarem fazendo boa temporada, Fúlvio é inegavelmente o cara de Mogi das Cruzes. Liderança, experiência e muita qualidade, fazem com que o armador seja a esperança de que a equipe comandada por Guerrinha possa aspirar algo a mais nesta temporada – como uma classificação para a Copa Super 8, por exemplo.

Lucas Ardito Ver tudo

17 anos, estudante, amante de esportes e futuro jornalista!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: