Ir para conteúdo

Unificisa bate o Corinthians, vence 4° seguida e se consolida no G8

Foto: Heloísa Guede/Unifacisa

Em um jogo muito intenso e importante para a consolidação da Unifacisa no G8 do NBB 13, a equipe paraibana venceu o Corinthians pelo placar de 94 a 71, em partida realizada na noite desta quarta-feira, 09, no Ginásio Professor Hugo Ramos, em Mogi das Cruzes.

Com uma defesa muito forte e uma ataque disciplinado na escolha dos arremessos, a Unifacisa conquistou o quarto triunfo seguido na competição, sendo esta também a quarta vitória sem permitir mais de 75 pontos do time adversário.

A equipe teve mais uma excelente atuação coletiva, com 5 jogadores marcando mais de 10 pontos. Os destaques individuais ficaram por conta do dominicano, Nehemias Morillo, com 15 pontos e 6 assistências. O pivô Alexandre Paranhos, que anotou mais um duplo-duplo, com 12 pontos e 12 rebotes. Dividindo os trabalhos no garrafão, o ala-pivô, Vinícius Pastor, marcou 15 pontos, 8 rebotes e 19 de eficiência. Além de Arthur Pecos e Betinho com 13 e 11 pontos respectivamente.

A Unifacisa já tem um compromisso marcado para a próxima sexta-feira, 11, onde enfrentará o Mogi, em sua última partida nesta mini sede. o jogo acontecerá às 14h30, também no Ginásio Professor Hugo Ramos, com transmissão ao vivo pela TV Itararé e Youtube do Basquete Unifacisa.

A partida era bastante importante para as duas equipes, que buscavam se consolidar no grupo das 8 melhores do campeonato. Para a Unifacisa, vencer o Corinthians marcaria sua quarta vitória seguida na competição e traria uma certa confiança para brigar não só pelo Super 8, mas também por posições mais altas na tabela. Já o time paulista vinha de duas derrotas seguidas e precisava vencer para se reencontrar no campeonato. 

Foto: Heloísa Guede/Unifacisa

Além disso, o confronto também foi marcado por algumas histórias interessantes, como o reencontro de Malcolm Miller com a Unifacisa, equipe que o revelou no cenário brasileiro na última temporada antes dele defender as cores do Corinthians. Também tivemos um duelo entre irmãos por parte do ala da Unifacisa Felipe Vezaro, contra o seu irmão 5 anos mais jovem, o Vezarinho, na equipe Corinthiana. E é claro, a famosa lei do ex em atividade, com o próprio Vezaro, e o Arthur Pecos, enfrentando o seu ex clube.

E a partida começou quente para a Unifacisa, que converteu uma bola de 3 pontos já nos segundos iniciais com o armador Arthur Pecos. A Unifacisa veio para quadra trazendo uma forte defesa, que desde a chegada do técnico César Guidetti, vem segurando os seus adversários em menos de 75 pontos por partida, apertou a marcação, dificultou as jogadas de transição e manteve o adversário com apenas 4 pontos por mais de 5 minutos do primeiro período. Com a defesa trabalhando o ataque fluiu bem, com um ótimo trabalho da dupla de pivôs da Unifacisa, Paranhos e Leozão, o time de Campina Grande dominou nos rebotes e ocupou muito bem o garrafão.

O segundo quarto começou bem mais equilibrado, com o ala da Unifacisa, Felipe Vezaro, convertendo para 3 pontos, com resposta quase que imediata do armador Corinthiano, Fuller, que também marcou para 3. As equipes seguiram assim, trocando pontos, com o Corinthians ameaçando sempre o placar. Betinho assumiu uma posição de distribuir mais a bola e encontrou alguns companheiros livres que conseguiram capitalizar, não permitindo a reação do Corinthians.

Foto: Heloísa Guede/Unifacisa

A Unifacisa voltou superior para o terceiro quarto e apresentou uma marcação tão intensa quanto a do primeiro período. Se no primeiro tempo a pontuação ficou bem distribuída no time paraibano, nesse terceiro quarto Nehemias Morillo começou a aparecer individualmente, explorando muito bem as infiltrações no garrafão, graças aos excelentes bloqueios executados pelo grupo de pivôs da Unifacisa. O time campinense também seguiu superior nos rebotes, com Alexandre Paranhos liderando em muito essa estatística durante a partida, com isso as jogadas de transição começaram a aparecer e a equipe da Unifacisa com um grande volume ofensivo, ampliou ainda mais sua vantagem.

No último quarto, a equipe paraibana tinha o objetivo de conter o ataque adversário a poucos pontos. E a Unifacisa teve realmente a tranquilidade de controlar o jogo, rodar bem a bola, usando todo o tempo do relógio, para escolher boas opções de arremessos para garantir a quarta vitória seguida, se consolidando no G8.

“Estamos muito felizes com mais um resultado positivo e acredito que um fator a se destacar nessa partida é a pontuação, parar o Corinthians em 74 pontos é muito difícil e a gente conseguiu fazer isso graças a um grande jogo coletivo defensivamente. Ofensivamente os pontos foram muito bem distribuídos, tivemos 5 jogadores com mais de 10 pontos e isso mostra a cara do nosso time, uma equipe muito unida e aguerrida. Nós ainda temos mais um desafio nessa mini sede, um jogo também muito importante, então agora é hora de descansar, estudar o próximo adversário e focor no Mogi para conseguirmos mais um resultado positivo”, concluiu o armador, Arthur Pecos.

Categorias

NBB

Tags

,

Redação Ver tudo

Publicações de releases

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: