Ir para conteúdo

12ª rodada – CSKA vence a sétima seguida, mas Barça mantém liderança

A Euroliga vai se aproximando da metade de sua temporada regular e teve nesta quinta e sexta-feira (3 e 4) a realização da 12ª rodada. O vice-líder CSKA abriu a rodada com uma vitória, jogando a pressão para o líder Barcelona, que jogaria no dia seguinte podendo perder a ponta, mas nada mudou entre a dupla. Por outro lado, todas as outras posições da zona classificação sofreram alteração, graças a várias “supresas”. Confira conosco todos os detalhes desta grande rodada.

Na terça-feira (1), dois jogos que haviam sido adiados de rodadas anteriores por causa de problemas relacionados à COVID-19 foram jogados. O ASVEL atropelou o Panathinaikos, por 97 a 73, e a Olimpia Milano dominou o ALBA Berlim em casa, por 75 a 55.

>>LEIA TAMBÉM: 11ª rodada – Líderes tropeçam em rodada de finais emocionantes

A quinta-feira de alívio para os desesperados

Cinco jogos abriram a rodada na quinta-feira e em somente um deles o time melhor colocado na classificação realmente saiu com a vitória. Em cada um dos outros quatro times que estão em situação ruim na tabela conseguiram vitórias que podem ser importantes para iniciar uma reviravolta em suas temporadas.

Nikola Milutinov - CSKA Moscow - EB20

Começando pela partida em que o time considerado favorito fez valer essa consideração, o CSKA Moscou (RUS) recebeu o Olympiacos (GRE) na capital russa. Vice-líderes, os russos buscavam estender sua seqüência de vitórias para sete consecutivas e possivelmente assumir a liderança, enquanto os gregos buscavam entrar novamente na zona de classificação. Mas o jogo permaneceu equilibrado somente durante o primeiro período, pois após os gregos abrirem sua maior vantagem em toda a partida, de 17 a 9, os donos da casa viraram o jogo ainda no primeiro período e, a partir daí, conseguiram aumentar cada vez mais a vantagem, que chegou a ser de 24 pontos no terceiro período.

No final das contas, foi uma partida tranqüila para o CSKA, que terminou vencedor por 80 a 61. O principal destaque individual da partida foi novamente o armador Mike James, cestinha do jogo com 16 pontos, chegando também perto de um duplo-duplo, distribuindo sete assistências e pegando sete rebotes. O CSKA se tornou a primeira equipe a alcançar nove vitórias na competição. Após o bom começo, o Olympiacos sofre a quarta derrota dos últimos seis jogos e tem cinco vitórias em dez partidas, perdendo um pouco o contato com a zona de classificação, agora na décima posição.

Times da parte de baixo surpreendem

Passando para a parte das surpresas do primeiro dia da rodada, começamos com “o curioso caso do Panathinaikos (GRE)”. O clube grego vem tendo uma campanha ruim, principalmente por ser tão irregular. O time alterna bons jogos, como contra o Bayern na semana passada, e outros fiascos, como no jogo remarcado desta terça-feira. Desta vez, eles estiveram na parte alta da montanha russa e derrotaram, na Itália, a embalada Olimpia Milano (ITA), por 80 a 77. Os italianos haviam conseguido a terceira vitória seguida no jogo remarcado de terça e alcançado o sexto lugar. E neste jogo eles foram melhores durante boa parte do tempo também, mas encontraram pela frente um Panathinaikos muito focado durante o segundo tempo e os Verdes conseguiram uma virada heróica no último quarto e chegaram à sua quarta vitória em onze jogos, ainda distante da zona de classificação, no 13º lugar. Para os visitantes brilhou novamente a estrela do ala-armador Nemanja Nedović, com 16 pontos e quatro assistências. A Olimpia cai para o sétimo lugar.

Vivendo uma crise terrível nesta primeira metade da temporada, o Maccabi Tel Aviv (ISR) recebeu o Estrela Vermelha (SER) em Israel trazendo uma das piores campanhas do torneio e tendo perdido cinco de suas últimas seis partidas. Eles terminaram a semana passada com a terceira pior campanha e caíram para a vice-lanterna após os jogos remarcados de terça. Por outro lado, o Estrela também não vive um de seus melhores momentos, tendo perdido seis de seus últimos sete jogos, mas ainda em contato com a zona de classificação, por causa do bom início. Na partida, o Maccabi teve o controle e a liderança durante quase todo o tempo, mas viu os sérvios encostarem no fim do terceiro quarto e virarem o jogo no início do último. O quarto período inteiro foi uma disputa cesta a cesta pela liderança e o equilíbrio permaneceu até os instantes finais, mas o ala-armador Elijah Bryant fez a diferença para os israelenses e, com três cestas de três seguidas, ajudou o Maccabi a prevalecer por 81 a 76. Bryant terminaria com 18 pontos e o cestinha dos anfitriões foi Scottie Wilbekin, com 23. Pelo Estrela, Jordan Loyd fez outra grande partida, com 24 pontos e permanece como o cestinha da Euroliga. O Maccabi salta três posições, com quatro vitórias em doze jogos, agora no 15º lugar, enquanto o Estrela despenca quatro posições, agora no 16º, com a mesma campanha.

O Fenerbahçe (TUR) finalmente interrompeu a incômoda seqüência de derrotas,  evitando o que seria a quinta seguida. Os turcos foram até a Rússia visitar o Zenit São Petersburgo (RUS), uma das principais surpresas da temporada, quinto colocado na classificação. Mas logo de cara os visitantes se impuseram, mesmo ainda sem uma de suas principais estrelas, Nando de Colo. Eles abriram uma excelente vantagem ainda no primeiro tempo, que chegou a ser de 17 pontos, impulsionados pela boa partida do pivô Jan Veselý (nove pontos no primeiro tempo). Mas com um terceiro quarto arrasador, o Zenit conseguiu apagar o déficit e virar a partida, deixando-a completamente aberta no último período. Durante o terceiro período, o time da casa teve uma parcial de 18 a 0! Mas no último quarto os visitantes lutaram muito e se recolocaram à frente com uma parcial de 10 a 0, incluindo duas cestas de três cruciais de Ali Muhammed. Eles suportaram a pressão nos minutos finais e venceram a quinta partida em doze jogos, por 73 a 65. Eles sobem para o 12º lugar, enquanto o Zenit  cai para a sexta, com seis vitórias em nove jogos.

A maior “zebra” do dia ficou para o último jogo. O terceiro colocado Valencia (ESP), vindo de três vitórias seguidas, recebeu o ALBA Berlim (ALE), dono da terceira pior campanha da competição. Mas, neste jogo, os alemães foram quem ditaram o ritmo e conseguiram uma vitória impressionante, por 100 a 92. Desde o início do jogo os visitantes dominaram o jogo e estiveram atrás no marcador em somente duas posses de bola específicas. Os alemães estavam com a mão calibrada e estabeleceram o recorde histórico do clube na Euroliga, com 17 cestas de três. Isso os ajudou a abrir incríveis 20 pontos de vantagem durante o terceiro quarto, mas o Valencia não se entregou e conseguiu encostar no último período, trazendo a diferença para apenas oito nos minutos finais, mas não foi suficiente. Pela primeira vez em sua história na Euroliga moderna, o ALBA fez pelo menos 100 pontos em duas partidas consecutivas. Eles também quase quebraram o recorde de assistências em uma partida da Euroliga, estabelecido na semana passada (29), distribuindo 28 nesta partida. O resultado fez o campeão alemão saltar duas posições, agora no 14º lugar, com quatro vitórias em onze jogos. Para o Valencia, a derrota lhe fez cair para o quarto lugar, agora com sete vitórias e quatro derrotas.

Na sexta-feira, foi a vez dos “favoritos” prevalecerem; Jasikevičius tem seu primeiro encontro com o Žalgiris como adversário

A narrativa dos jogos de sexta-feira foi contrária à dos de quinta. Em três das quatro partidas, o time melhor colocado na tabela prevaleceu sobre o adversário. O jogo mais importante do dia, do ponto de vista da tabela de classificação, aconteceu na Turquia, entre o então sétimo colocado Anadolu Efes (TUR) e o décimo Baskonia (ESP). Foi uma disputa direta pelas últimas vagas da zona de classificação, entre duas equipes embaladas: o Efes veio para este jogo tendo vencido cinco dos últimos seis jogos, enquanto o Baskonia trazia uma seqüência de quatro triunfos seguidos. A partida foi acirradíssima, com o primeiro tempo terminando com o Baskonia à frente por apenas cinco pontos. Mas, no segundo tempo, a defesa dos espanhóis foi fantástica, limitando os turcos a apenas 21 pontos totais, o que lhes possibilitou abrir uma vantagem incrível de 22 pontos no meio do terceiro quarto, praticamente encaminhando sua vitória. O Baskonia venceu por 77 a 59, sendo esta a menor pontuação do Efes em uma partida da Euroliga desde 22 de dezembro de 2017.

Pierria Henry - TD Systems Baskonia Vitoria-Gasteiz - EB20

O resultado deixa os dois times com campanhas idênticas de seis vitórias em onze jogos, mas o Baskonia ultrapassa o Efes na tábua de classificação. Os espanhóis saltam agora para o oitavo lugar, estando na zona de classificação pela primeira vez desde a primeira rodada. Já o Efes cai para o nono lugar. Uma curiosidade sobre esta partida foi que a “lei do ex” deu as caras: o ala-pivô Alec Peters, hoje no Baskonia, foi o nome do jogo, cestinha com 18 pontos, além de pegar sete rebotes contra o time o qual defendeu até a temporada passada.

O líder Barcelona (ESP) foi até a Lituânia visitar o Žalgiris Kaunas (LIT), no primeiro encontro do técnico Šarūnas Jasikevičius com o clube lituano, sendo seu adversário. O Barça chegou a esta partida pressionado pela vitória do CSKA no dia anterior, pois uma derrota daria a liderança aos russos. Por outro lado, o Žalgiris trazia para este jogo uma seqüência incômoda de cinco derrotas seguidas e precisava vencer para sair da crise. Mas apesar de os donos da casa serem valentes e incomodarem o Barça durante todo o jogo, os espanhóis mantiveram o controle da partida, na qual nunca estiveram atrás no marcador. Com outra grande apresentação coletiva e defensiva, os “Culé” venceram por 73 a 62, mantendo-se no primeiro lugar, com nove vitórias em onze jogos. O pivô Brandon Davies foi o cestinha do Barça e da partida, com 16 pontos, enquanto o garoto Rokas Jokubaitis, uma das grandes revelações desta temporada, liderou os lituanos com 15 pontos. Apesar da sexta derrota seguida, o Žalgiris permanece na 11ª posição, com cinco vitórias em doze jogos.

Após sofrer uma derrota na semana passada e perder o terceiro lugar, o Bayern de Munique (ALE) se recuperou e derrotou o lanterna Khimki (RUS) em casa, em uma das partidas mais equilibradas da rodada. Os dois times tiveram momentos de altos e baixos, com os russos abrindo grande vantagem entre o primeiro e segundo quartos, com uma parcial de 20 a 4, que lhes deu uma vantagem de 15 pontos. Mas ainda no segundo quarto os anfitriões tiveram uma parcial de 15 a 0 e conseguiram ir para os vestiários vencendo por três pontos. Com um terceiro quarto equilibrado, o jogo chegou empatado ao último período e o Khimki liderou pela maior parte do quarto. Mas o Bayern nunca se entregou e com uma cesta de três de Vladimir Lučić, o Bayern passou à frente, com menos de três minutos para o fim. A liderança ainda trocaria de mãos outras duas vezes, mas, certeiros nos lances livres, os alemães conseguiram segurar a vitória por apertados 80 a 77. O Bayern teve outra grande partida do armador Wade Baldwin IV, cestinha com 19 pontos, além de cinco assistências. Alexey Shved, do Khimki, foi novamente o homem do jogo, chegando perto do triplo-duplo: 20 pontos, oito rebotes e nove assistências, mas não conseguiu impedir que seu time sofresse a nona derrota em onze jogos e continuasse na lanterna.

Por fim, no último jogo da rodada, o Real Madrid (ESP) conseguiu uma grande virada para cima do ASVEL (FRA), na capital espanhola. Empolgados por terem conseguido duas vitórias consecutivas espetaculares, uma delas contra o líder Barcelona na semana passada, os franceses fizeram outra grande partida, desta vez contra o gigante espanhol. Eles lideraram a partida durante quase o tempo inteiro, com vantagem de duplos-dígitos durante boa parte do tempo. Novamente a equipe estava com a mão calibrada para as bolas de três, o que os ajudou a iniciar o último quarto à frente por nove pontos. Os franceses conseguiram permanecer na liderança até a metade do período, mas foi aí que começou a brilhar a estrela do armador Sergio Llull, dono de sete pontos no período, incluindo a cesta de três que deu ao Real sua primeira liderança desde o primeiro quarto, a menos de quatro minutos do fim. Com a grande experiência da equipe, os “Merengues” não se afobaram, aumentaram sua vantagem nos minutos seguintes e venceram no fim por 91 a 84. Lull e Walter Tavares foram os cestinhas do clube espanhol, ambos com 19 pontos. Já pelo ASVEL, Norris Cole e Guerschon Yabusele tiveram ambos 21 pontos. A derrota faz o ASVEL cair três posições, agora ocupando a vice-lanterna, com três vitórias em dez jogos.

Mantenha-se atualizado sobre a situação dos jogos adiados. Confira a nossa tabela com a lista de tais jogos e as novas datas de suas realizações, que já foram divulgadas até o momento:

Confira como ficou a classificação geral da Euroliga após a 12ª rodada:

Equipe EuroLeague Brasil Ver tudo

Perfil brasileiro dedicado à maior liga europeia de basquete. Você nos encontra no Instagram e Twitter por: @EuroLeagueBRA

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: