Ir para conteúdo

Mais uma vitória e a boa escolha pelo caminho da renovação

Foto: Americup

Hoje, a Seleção Brasileira venceu mais uma partida no qualificatório para a AmericaCup. Com um 1º Quarto arrasador, os comandados de Aleksandar Petrović venceram a Seleção do Paraguai por 73-50.

O Brasil iniciou o jogo com Alexey, Caio Pacheco, Fuzaro, Lucas Dias e Rafal Minieiro. Logo no quarto inicial, o Brasil conseguiu imprimir seu ritmo logo, tendo Caio Pacheco e Fuzaro os principais pontuadores da equipe. O time continuou com mesmo ritmo de jogo e manteve a vantagem no 2º Q, mesmo com alguns erros, especialmente, no ataque.

Na segunda metade, o Brasil não iniciou tão bem, tendo dificuldades no 3º Q, mas nada que assustasse. Gui, destaque desse 2 º tempo, foi muito importante, tanto com suas bolas de 3 como nos rebotes defensivos. Time diminuiu a vantagem no 3º Q (59-42), mas conseguiu fazer um 4º Q melhor, diminuindo as faltas no garrafão e dando menos espaço para infiltrações.

É claro que toda vitória é comemorada, mas nestes 2 jogos há outro motivo ainda melhor para se comemorar: as jovens peças do time de Petrović. Nos 2 jogos contra Panamá e Paraguai, o maior pontuador foi Caio Pacheco (21 anos) com 17 e 18 pontos, respectivamente. Nessas mesmas partidas, a maior eficiência em quadra foi de Gui Santos (18 anos) com +16 e +18.

Não é uma simples coincidência essa boa atuação de jovens na seleção. A confiança dada por Petrović e, fundamentalmente, a minutagem em quadra são os pilares dessa boa atuação. Quando Gui foi convocado para jogar na Seleção principal, ele tinha menos de 4 minutos por jogo no Minas, mas mesmo assim Petrović o bancou. Isso foi primordial para que, na atual temporada, Gui aumentasse o seu tempo de quadra e virasse titular da posição no Minas.

Se após a Olímpiada de 2016 a renovação na Seleção Brasileira era algo visto com muito pessimismo e dificuldade, podemos ver uma animadora safra para os próximos anos. Didi, Gui Santos, Caio Pacheco, Márcio são alguns dos jogadores que irão render bons frutos para a amarelinha e que foram boas escolhas do professor Petrović.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: