Ir para conteúdo

Mini sedes do NBB 13 – Por ora, um sucesso

Ginasio Hugo Ramos Mogi das Cruzes (Foto: Arquivo Pessoal / Miguel Salek Jr)

Desde o dia 12 de Novembro, acompanho os jogos do NBB in loco na mini sede de Mogi das Cruzes para entender o funcionamento da estrutura montada a possibilitar o início da atual temporada do principal torneio de basquete do país.

E em boa parte do planejado, a estrutura funciona com muito sucesso. Certo que todas as partidas não permitem a presença de público, o Ginásio Hugo Ramos foi dividido em duas áreas onde pessoas autorizadas podem permanecer

Uma delas é denominada Área 2: local destinado as pessoas que trabalham na quadra – equipes, arbitragem, oficiais de mesa, oficiais de estatística e toda a equipe de produção de imagem e conteúdo da Liga Nacional. Neste último está incluso a equipe de transmissão das partidas, tanto as emissoras autorizadas, bem como os veículos ligados aos clubes e que adquiriram os direitos de transmissão para exibir determinadas partidas.

Esta negociação foi feita diretamente com a LNB e cada clube paga determinado valor para exibir o jogo, onde adquire a estrutura de transmissão, juntamente com narradores e repórteres para exibir a partida no canal de comunicação que julgar melhor.

O outro local destinado a permanência de pessoal autorizado é a Área 3 – ali ficam os veículos de imprensa credenciados pela LNB, os operadores de câmera, além dos times que aguardarão o horário de sua partida e até seis pessoas ligadas a comitiva de cada clube e esta poderá adentrar ao ginásio no dia que seu clube dispute uma partida.

Vale ressaltar que a Liga tem credenciado sem qualquer problema os veículos ligados ao basquete, algo muito bom para a propagação do torneio e que nesta temporada não terá a totalidade dos jogos transmitidos ao vivo.

Todo acesso ao complexo ocorre com a medição de temperatura na entrada e logo no hall, cada credenciado dirige-se ao local permitido a acompanhar as partidas. Todas estas medidas, somadas ao protocolo de isolamento de atletas e jogadores, tem conseguido mitigar o contágio destes pela COVID-19.

Entretanto, algumas coisas podem ser corrigidas para um melhor funcionamento – uma área dirigida aos veículos para entrevistar atletas e treinadores, sempre com a observação do correto distanciamento para realizar tal entrevista. Outro ponto que pode ser observado por parte da LNB é a disponibilização de material das partidas, com o intuito de produzir material de reportagem nos sites especializados.

Pequenas observações como esta podem ajudar muito a melhorar algo que tem excelente funcionamento nas sedes de forma geral.

Categorias

NBB

Tags

,

Miguel Salek Junior Ver tudo

Fã do basquete desde a infância (culpa da NBA), na adolescência e juventude passou o basquete a ser um vício graças as férias que passei em Franca e o amor pelo jogo permanece até hoje. Desde Outubro de 2020 integro o Blog do Souza, procuro entender cada vez mais sobre o jogo para trazer ao leitor ainda mais dados e fatos sobre o jogo e seus participantes.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: