Ir para conteúdo

Análise Isaac Okoro

 

 

Universidade: Auburn

Nacionalidade: EUA

Posição: SF/SG/PF

Altura: 6’6 (1,98)

Peso: 225 lbs (102 Kg)

Envergadura: 6’8.5 (2,07)

Ano: Freshman

Idade: 26/01/2001(19 anos)

Projeção no Draft: Top 10

Comparação: OG Anunoby / Andre Iguodala

Melhores Fits: Hawks, Warriros, Wolves, Cavaliers, Bulls.

Stats: 12.9 Pts, 4.4 Reb, 2 Ast, 0.9 Blk, 0.9 Stl, 51% FG, 29% 3PT, 67% FT em 31 Min.

Auburn 'talented freshman' Isaac Okoro has helped Tigers start strong - The  Auburn Plainsman
MYIA HATCHETT | PHOTOGRAPHER

 

 

 

 

Função projetada:

Piso: Um especialista defensivo, pode marcar da 2 a 3 em um alto nível, quase All Defensive Team. Como um team defender também traz um bom valor mas não chega a ser um super playmaker defensivo. Ofensivamente é limitado. O arremesso não se desenvolve e continua em baixo volume e baixo aproveitamento. Pontua basicamente cavando faltas no interior e pontuando no garrafão, é um sólido playmaker terciário.

Teto: Um defensor de elite, marca das posições 1 a 4 sendo um dos melhores defensores da liga, múltiplas vezes All Defensive Team. Off ball também é excelente, um weak side rim protector muito potente e um playmaker defensivo atuando em todo lugar da quadra ao mesmo tempo. No lado ofensivo o arremesso se desenvolve, com um volume e aproveitamento médio, conseguindo arremessar tanto parado quanto em movimento eventualmente, isso abre ainda mais seu jogo atacando o aro, um cutter prolífico que pontua em alto volume. Com a sua gravidade como scorer e sua visão desenvolvida é um excelente passador reativo e um ótimo playmaker secundário que pode operar o PnR e em momentos atuar como um primário.

 

 

 

 

Atletismo/Físico: Okoro tem um físico imponente. 6’6, 225 lbs. É muito forte, rápido, ágil, tem ótimo deslocamento lateral e fluidez na movimentação. Seu equilíbrio geral é ótimo e seu centro de gravidade é baixo. Todo seu atletismo é funcional. A impulsão é boa e ele consegue sair do chão rapidamente e mesmo em meio ao tráfego.

Defensivamente, suas ferramentas são muito boas e dão a ele o que é necessário para ser um defensor elite, mas ser um defensor “histórico”, candidato a DPOY por vários anos etc. pode ser difícil pelo seu tamanho ter um limite, ser um super playmaker defensivo sem ter uma envergadura enorme como um wing é muito difícil. Claro que esse nível não deve ser exigido de nenhum prospecto e eu ter que falar isso diz muito mais sobre o nível que ele chega como defensor do que uma fraqueza.

Nota: A+

 

 

 

Playmaking/Handling: O ala estadunidense mostra muito como um playmaker secundário, bem mais do que leva crédito. Ele não é um super criador que vai liderar a liga em assistências, mas como uma opção secundária é um ótimo passador reativo, mantendo-se a procura de oportunidades de passe a todo o momento mesmo em velocidade, mostrou-se capaz de fazer live drible passes, passar com a direita e com a esquerda e ainda fazer leituras razoavelmente avançadas para um freshman.

O handling é confiável. Consegue driblar com as duas mãos, consegue fazer jogadas em alta velocidade e permanecer confortável com o controle da bola, consegue fazer trocas de direção e movimento bem. Tem alguns moves que pode usar para criar separação mas não é o mais rápido ao executar esses moves nem são os moves mais avançados. Faz um bom trabalho ao transicionar do drible para o arremesso ou para o passe.

Sua função deve ser como um secundário que pode operar o PnR com uma frequência média no melhor cenário. Um terciário que dribla principalmente para atacar closeouts e passa a partir dali nos piores cenários.

Nota: B+

 

 

 

Ataque Interno: Okoro é um slasher muito potente. Grande parte da sua produção ofensiva vem a partir de infiltrações. Com sua força física que se sobressai, velocidade e boa técnica, o ala de Auburn é dificilmente contido quando decide cortar para a cesta. Seu corpo massivo era capaz de dominar seus oponentes na NCAA com certa facilidade, isso deve perder um pouco de sua efetividade na NBA  inicialmente, mas ele aos 19 anos só deve melhorar fisicamente. Isaac pode finalizar com ambas as mãos, absorver contato ao finalizar e sai do chão muito rápido para fazer bandejas/enterradas. Ele é quase uma máquina de mismatches: coloque um defensor menor nele, ele pode explorá-lo através da força, coloque um defensor maior nele, ele pode explorá-lo lateralmente e cortá-lo. 

Para colocar pressão no aro adversário ele sequer precisa da bola, o wing americano está constantemente infiltrando sem bola e tentando pegar a defesa desprevenida, atuando até como um lob threat muitas vezes.

Sua variedade não acaba aí, ele pode jogar no post, mesmo que raramente para explorar um mismatch e pontua muito bem em transição, inclusive acumulou 1.194 pontos p/ posse (80%tile) nesta temporada nesta situação.

Seus números são muito bons: em 28 jogos nessa temporada foram 101 cestas em 149 tentativas ao redor do aro (68% de aproveitamento) e dessas conversões, 64 não foram assistidas, ou seja, foram criados por ele mesmo.

Um atributo muito importante também é como ele cava faltas muito bem, seu FT Rate foi de 0.551, um número espetacular.

Nota: A

 

 

Shooting: O shooting é claramente a maior área de desenvolvimento para Okoro. Na universidade, em 28 jogos converteu apenas 20 arremessos do perímetro num aproveitamento de 29%, seus números do lance livre não são inspiradores, 67% de conversão na temporada. Infelizmente o pré-universitário também não é positivo: em 32 jogos no seu último ano na EYBL ele só acertou 16 bolas do perímetro num aproveitamento de 31% e em 7 jogos com a seleção americana sub-17 em 2018 ficou 1-4 dos 3 Pts. E essa é uma preocupação legítima, pois no College, muitas vezes ele era simplesmente deixado aberto no perímetro pois a defesa sabia que ele provavelmente não iria arremessar e se arremessasse não era um arremesso temido.

Sua mecânica tem uma velocidade razoavelmente rápida e ele parece confortável com ela, mas é inconsistente. Existem alguns flashes de arremesso saindo do drible e em movimentação, mas são flashes, não deve ser um arremesso que ele tentará em alto volume no próximo nível.

E é importante dizer, sua função realmente nunca vai ser de arremessar 5+ bolas de 3 por jogo, mas o mínimo necessário é que a defesa tenha que contestá-lo atrás da linha de 3, para que todas as outras partes do seu jogo se abram.

Nota: C-

 

 

 

Defesa:  Isaac Okoro é provavelmente o melhor prospecto defensivo da classe, e com certeza o melhor defensor individual da classe. Sua força física e sua movimentação lateral já indicam muito potencial, somamos a isso um motor que não para, disciplina, inteligência, um bom trabalho de pés, bom equilíbrio e uma excepcional navegação de screens temos um defensor especial. Suas habilidades de recuperação também são notórias, mesmo quando o oponente consegue um ou dois passos de separação dele, ele pode se recuperar muito bem, novamente com sua inteligência, sua impulsão, sua velocidade e sua força. Okoro é tem o potencial para ser o marcador dos super wings da NBA (LeBron, Kawhi, Paul George, Tatum, Butler etc.) e playoff atrás de playoff mostra-se a importância deste tipo de jogador.

Sua inteligência como um team defender é fantástica também. Seus números de 0.9 roubos e 0.9 tocos podem não saltar aos olhos, mas não é nem necessário assistir muito para entender o impacto enorme que ele exerce nas linhas de passe, destruindo jogadas com seu nível de atividade e posicionamento e como um protetor de aro secundário.

Nota: A+

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: