Ir para conteúdo

As maiores jogadas defensivas da história dos playoffs da NBA

Eu ainda pensava no que escrever essa semana. A opção favorita era uma lista dos piores contratos já oferecidos, tudo para falar mal do contrato do Amar’e Stoudemire com o New York Knicks. Até que Magic Johnson resolveu tuitar que o toco de Bam Adebayo em Jayson Tatum no final do Jogo 1 das finais da Conferência Leste foi a maior jogada defensiva que ele já viu nos playoffs.

Pronto, Magic me deu uma assistência primorosa. As 10 maiores jogadas defensivas da história dos playoffs da NBA. 

HAVLICEK ROUBOU A BOLA! 

John Havlicek salvou Bill Russell em um Jogo 7 das finais do Leste. Mais precisamente em 1965. Com pouco tempo para o final da partida, Russell entregou a bola para o Philadelphia 76ers. Para a sorte do Boston Celtics, Havlicek roubou o passe de Hal Greer e garantiu a vitória.

BULLS ABAFA CHRIS SMITH

Não foi uma. Não foram duas. Muito menos três. Foram QUATRO chances que Charles Smith teve para fechar o Jogo 5 das finais do Leste em 1993. Caso vencesse, o New York Knicks teria o controle da série e grandes chances de derrotar o Chicago Bulls. Michael Jordan, Horace Grant e Scottie Pippen tinham uma ideia diferente, no entanto.

BILL RUSSEL CONTRA O ATLANTA HAWKS

Se já falei mal do Russell agora é hora de elogiar. No Jogo 7 das Finais de 1957 o lendário pivô dos Celtics empatou o jogo de um lado, correu a quadra inteira e deu o toco do outro, no final do tempo regulamentar. Boston acabou por vencer na prorrogação e garantir mais um título.

LEBRON JAMES COM A AJUDA DE JR SMITH

Foi um baita toco de LeBron James em Andre Iguodala. O Cleveland Cavaliers estava a ponto de virar as Finais de 2016 após estar perdendo por 3 a 1 para o Golden State Warriors. O toco de LBJ manteve o placar empatado, com pouco menos de 2min para o final. Só acho engraçado que todos esquecem como JR Smith ajudou. Obrigar Iggy a fazer a finta no ar deu tempo suficiente para que James chegasse na bola. 

GERALD HENDERSON ROUBA DE JAMES WORTHY

O Los Angeles Lakers quase venceu os dois primeiros jogos das Finais de 1984 em Boston. Quase. Já quase sem tempo no relógio, os Lakers sofreram um apagão. James Worthy tentou achar Byron Scott, mas Henderson interceptou o passe para empatar a partida. Os Celtics acabaram vencendo na prorrogação. E Magic estava em quadra.

HORACE GRANT GARANTE O TÍTULO PARA OS BULLS

Vocês sabiam que, nos últimos 5min do Jogo 6 das Finais de 1993, apenas Michael Jordan pontuou para os Bulls? Até que o chute de John Paxson colocou o time na frente. A maioria das pessoas considera esse arremesso a jogada final da partida. Mas Horace Grant ainda salvou os Bulls no último segundo. Kevin Johnson passou por Jordan, meio que passou por Grant e estava pronto para converter um floater que levaria a série para o Jogo 7. Até Grant se recuperar e dar o toco.

TAYSHAUN PRINCE SALVA O DETROIT PISTONS

Reggie Miller estava pronto para empatar o Jogo 2 das finais do Leste de 2004. Era a chance de mandar a partida para a prorrogação e abrir 2 a 0 na série. A chance de vencer o Leste e ter a revanche contra os Lakers nas Finais. Tayshaun Prince tinha uma ideia diferente.

BIRD ROUBA A BOLA

Os Pistons venciam por 107 a 106 e tinham a bola nos últimos segundos do Jogo 5 das finais do Leste de 1987. Não tinha como os Celtics vencerem. A não ser que Larry Bird jogasse no time. Bird roubou o passe que ia para as mãos de Bill Laimbeer e achou Dennis Johnson cortando para a cesta. Dois pontos e a vitória tirada das garras dos Bad Boys dos Pistons.

A ROUBADA ANTES DO “ARREMESSO”

Eram os últimos segundos do Jogo 6 das Finais de 1998. Jordan havia acabado de encostar os Bulls no placar. Karl Malone recebeu a bola no post up, marcado por Dennis Rodman, e estava pronto para buscar seu arremesso. Até que MJ apareceu para roubar a bola das mãos do “Carteiro” e converter “O Arremesso” que deu o sexto título para o Chicago Bulls.

HAKEEM SALVA O JOGO 7

Os Knicks estiveram a um arremesso do título de 1994. John Starks, que converteu cinco de oito arremessos de 3 pontos até então, recebeu a bola com 7.6s de jogo e com seu time atrás no placar, 86 a 84, mas na frente na série, 3 a 2. New York forçou a troca da marcação e Hakeem Olajuwon acabou defendendo o ala-armador. Starks subiu para vencer o título, aquele momento que tanto se sonha quando criança, mas Hakeem deu o toco. O Houston Rockets venceria o título no Jogo 7, três noites depois.

Rubens Borges Ver tudo

Rubens Borges entrou no jornalismo esportivo em 2005, no BasketBrasil. Tempos depois, se juntou ao Blog Squad do site da NBA no Brasil. Entre os dois trabalhos, ele iniciou o blog e Twitter do Hit the Glass. Nas quadras, jogou em times como o Petrópole Tênis Clube e PUCRS.

3 comentários em “As maiores jogadas defensivas da história dos playoffs da NBA Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: