Ir para conteúdo

Precisamos falar sobre a maior estrela do Miami Heat

Erik Spoelstra, técnico do Miami Heat
Erik Spoelstra aprova esse texto (Foto by Michael Reaves/Getty Images)

O Miami Heat fechou a série contra o Indiana Pacers no último dia 24 com uma varrida de 4-0 na série. Isso era esperado? Talvez não, pois eram equipes muito próximas na classificação e, olhando os nomes no papel, não parecia haver uma discrepância que explique um 4-0. Mas é exatamente esse o engano a se cometer com essa equipe do Heat, olhar as peças individualmente. Não é só o técnico, não são os assistentes, preparadores, jogadores, Jimmy Butler (ou o Parça do Neymar™) que fazem a diferença para o resultados da equipe. São todos juntos e como essa sinergia opera. A organização é a grande estrela!

LEIA TAMBÉM: Um guia básico do triângulo ofensivo – Parte 2

A organização do Miami Heat não é de hoje, afinal. Desde as épocas do trio James-Wade-Bosh a equipe já possuía uma estrutura muito sólida com Spoelstra no comando. E isso vai além das quadras, a organização utiliza as mais diversas tecnologias e metodologias para obter vantagens competitivas. Um exemplo, atualmente o vice-presidente de análise é o ex-jogador da equipe Shane Battier, que quando era jogador era conhecido por ser um viciado em análise e gostava de aprender tudo sobre seus adversários com elas. A organização soube reconhecer esse talento no atleta, o preparou e hoje é o responsável por uma das melhores equipes em análise da NBA.

Shane Battier, VP de análise do Miami Heat
O sorriso de quem aposentou no lugar certo (via NBA.com)

Claramente esse poder de organização tem seus reflexos na quadra. Spoelstra era um analista e se utiliza muito das informações para tomar decisões, assim como Pat Riley. Assim sendo, toda a equipe foi construída com peças que conseguem interagir entre si e também são possíveis DIVERSAS combinações para mudar o estilo da equipe dentro DO PRÓPRIO JOGO. O Heat, na série contra o Pacers, utilizou 4 formações diferentes por mais de 15 minutos por jogo e teve saldo positivo com todas as formações. Quase todas essas formações tiveram mais de 100 pontos por 100 posses, mais de 50% de aproveitamento nos arremessos de 2 pontos e mais de 40% nos arremessos de 3 pontos. É uma consistência muito grande para um número tão grande de formações nos playoffs. Além disso, nessas formações nenhum jogador se repete em todas elas! É realmente impressionante quão flexível é o elenco, tanto defensivamente quanto ofensivamente.

Com essa profundidade, um dos destaques da equipe é a defesa. Com quase todos os jogadores podendo fazer trocas e marcar desde os jogadores de perímetro até os grandes, conseguir mismatch se torna uma tarefa muito complexa, tanto fora quanto dentro do garrafão. Além disso, a defesa por zona e as defesas mistas que são utilizadas tem um grande impacto também, alterando os defensores de posição e causando diversos problemas nos espaçamentos dos ataques. Isso também tem um reflexo muito grande nas transições ofensivas, já que a maioria dos jogadores conseguem levar a bola e atacar a cesta, tornando o time mais veloz e eficiente.

Esses fatores demonstram como a organização do Miami Heat está levando frutos e é a principal estrela da equipe. Essa sinergia entre as peças e como elas se comportam, além da capacidade de adaptação e evolução de todos faz com que a equipe jogue um dos basquetes mais vistosos e eficientes da liga até agora.

Vitor Hugo Sarvas Ver tudo

Analista de desempenho desde 2014, acredita que a ciência e a prática podem e devem andar juntas. Escrever faz parte da maneira de divulgação científica e mostrar como de fato ambos se completam.

Um comentário em “Precisamos falar sobre a maior estrela do Miami Heat Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: