Ir para conteúdo

Quatro trocas que quase mudaram a história da NBA

Negociações na NBA são delicadas. Muitas vezes, quando se reporta alguma discussão de troca, ela está no início de seu ciclo de conversas. Ainda frágil, podendo acabar a qualquer tempo. A comunicação entre gerentes gerais é constante. Muitas vezes, com propostas absurdas. Mas, essas quatro, chegaram perto de acontecer, e mudariam o panorama da NBA.

Kobe Bryant para o Chicago Bulls em 2007

Não foi a primeira vez que Kobe quase acabou nos Bulls. A primeira, 2004, veio depois da derrota nas Finais para o Detroit Pistons. Phil Jackson deixou o comando da equipe, frustrado com a atitude do ala-armador, e Phil deixa claro isso ao longo do livro The Last Season, um diário sobre sua então última temporada. 

Ela só não aconteceu porque Shaquille O’Neal acabou trocado para o Miami Heat. Sem Shaq, os Lakers foram de 56 para 34 vitórias. E as coisas não haviam melhorado muito em 2007.

Frustrado com a situação do time, Bryant já havia recusado uma troca para os Pistons. Brigando com colegas de equipe, comando técnico, recebendo suspensões por suas atitudes, a coisa estourou quando ele exigiu uma troca para os Bulls.

Na troca, os Lakers receberiam Luol Deng, Joakim Noah, Tyus Thomas e Ben Gordon. Kobe insistiu em manter Deng em Chicago e os times não conseguiram chegar mais perto de um acordo depois disso. Pouco depois, Los Angeles trocou por Pau Gasol e o resto é história.

Steph Curry para o Milwaukee Bucks em 2012

Antes de falar do negócio, vamos lembrar de quem era Steph Curry em 2011-12. Até então, Curry havia mostrado promessa, mas as lesões nos tornozelos empilhavam. O maior medo é que ele não conseguisse ter uma carreira constante, sem ser interrompido por lesões. Em 2011-12, o armador jogou 26 partidas, apenas.

A dúvida pairando sobre Curry era tanto que os fãs vaiaram Joe Lacob quando o time trocou Monta Ellis e ficou com Stephen.

Golden State Warriors receberia, de volta, ninguém mais ninguém menos que… rufem os tambores… Andrew Bogut. 

Curry passou por uma cirurgia para reparar os fragilizados tornozelos. Então o medo dos Warriors não era infundado. Um medo que, segundo o site The Athletic, fez com que os médicos do Milwaukee Bucks vetassem a troca.

No final, Andrew Bogut acabou mesmo nos Warriors, e sem o time californiano perder Curry no processo.

Scottie Pippen para o Seattle SuperSonics, Shawn Kemp para o Chicago Bulls em 1994

Essa é engraçada, já que, na noite do draft de 1987 os Sonics e os Bulls trocaram Pippen por Olden Polynice. Agora, o time de Seattle teria que se desfazer de um dos maiores jogadores da história da franquia para ter alguém que poderia já ser jogador do time.

Sete anos depois da troca de 87, agora no draft de 1994, os times conversaram novamente. Segundo rumores da época os Bulls receberiam Kemp, Ricky Pierce, e uma escolha de draft por Pippen.

Outra coisa engraçada dessa troca? Michael Jordan foi o principal incentivador, afirmando que os Sonics seriam campeões com Pippen. “Vocês estão levando a melhor nessa”, teria dito MJ, segundo o Chicago Tribune, Jordan teria garantido que Seattle venceria um título com a dupla Gary Payton e Scottie Pippen.

Do outro lado, a torcida dos Sonics insistiam para que a troca não acontecesse. E conseguiram convencer o então dono, Barry Ackerly. E ele foi tão convencido pela torcida que nem o plano de assinar Horace Grant, após a troca, foi o suficiente para convencê-lo. Payton, Pippen e Grant formariam um trio defensivo de meter medo em qualquer time da NBA.

“Ackerly me ligou e disse que não me trocaria”, Kemp contou ao LA Times, na época. “Me disse que pessoas estavam ligando para as rádios dizendo que queimariam a arena se ele me trocasse”.

Do outro lado, os Bulls acreditavam que Kemp era um jogador do Oeste. Na época, o Leste era conhecido por um estilo pesado, jogo mais lento e usando bastante o poste baixo, o Oeste era a conferência da correria. Chicago achava que o ala-pivô não tinha nenhum arremesso de meia distância e isso faria falta no Leste.

Caso a troca fosse completada, Jordan não voltaria para a NBA. Pelo menos foi o que disse ao repórter da ESPN, JA Ande, em 2018. “Provavelmente não [voltaria]. Conseguiria jogar com o Shawn, mas não me sentiria tão confortável quanto com o Scottie”.

Charles Barkley para o Los Angeles Lakers em 1992

Essa é uma das minhas histórias favoritas. Antes de ser trocado do Philadelphia 76ers para o Phoenix Suns, Charles Barkley quase foi para o Los Angeles Lakers. A troca era Barkley e Ron Anderson por James Worthy e Elden Campbell.

Barkley contou a história para a Sports Illustrated. E vou deixar ele contar para vocês.

“Então, eu recebi uma ligação do meu agente numa manhã dizendo, ‘Philly te trocou para os Lakers’. Então eu fui almoçar e comecei a beber”. Já que os Lakers não jogariam naquela noite, e mesmo se jogassem Barkley não completaria os exames médicos a tempo, ele ficou tranquilo para celebrar.

“Eu estava tão feliz que estava indo para os Lakers. Três horas depois, recebo outra ligação dizendo que os Sixers saíram do negócio”. E os Sixers tinham um jogo naquela noite.

Agora é onde as coisas mudam. Para a SI, Barkley disse que não bebeu muito então foi para a partida tranquilo, e jogou bem. Mas não é o que ele disse no programa de Jimmy Kimmel.

No Jimmy Kimmel Show, Barkley afirmou que havia bebido tanto que nem lembra do jogo. “Em primeiro lugar, eu estava tão irritado. Mas também estava tão bêbado, não lembro nada daquele jogo”. 

Ao ser perguntado se foi a única vez que jogou bêbado, ele foi rápido em responder, “não”.

No final, Barkley acabou trocado por Jeff Hornacek, Andrew Lang e Tim Perry, para os Suns. Barkley foi MVP da temporada e, junto com Phoenix, perdeu para os Bulls nas Finais de 1993.

Rubens Borges Ver tudo

Rubens Borges entrou no jornalismo esportivo em 2005, no BasketBrasil. Tempos depois, se juntou ao Blog Squad do site da NBA no Brasil. Entre os dois trabalhos, ele iniciou o blog e Twitter do Hit the Glass. Nas quadras, jogou em times como o Petrópole Tênis Clube e PUCRS.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: