Ir para conteúdo

WNBA anuncia que sete jogadoras testaram positivos para COVID-19

Apesar de um cronograma ainda não ter sido divulgado, estamos chegando mais perto do início da temporada 2020 da WNBA, que deve começar em 24 de julho na IMG Academy em Bradenton (Flórida). Infelizmente a principal notícia de hoje é que mesmo antes de começar o campeonato, a liga já está sofrendo alguns problemas devido à pandemia do coronavírus.

Nesta segunda-feira (06), antes das equipes viajarem para a Flórida, a liga anunciou que sete das 137 jogadoras testaram positivo para a COVID-19. Além disso, devido às diretrizes do CDC (Centros de Controle e Prevenção de Doenças) e às restrições de quarentena, o Indiana Fever não poderá fazer a viagem por pelo menos cinco dias.

Leia o comunicado feito pela liga para a imprensa:

“Nos testes realizados com 137 jogadoras da WNBA entre 28 de junho e 5 de julho, sete jogadoras testaram positivo para o coronavírus.

Qualquer jogadora que tenha resultado positivo permanecerá em auto-isolamento até que ela atenda aos protocolos de saúde pública para interromper o isolamento e seja liberada por um médico.

Jogadoras e funcionários de 11 das 12 equipes da WNBA chegarão hoje à IMG Academy em Bradenton, Flórida. O Indiana Fever atrasará sua viagem em pelo menos cinco dias, com muita cautela, devido aos requisitos de auto-quarentena de contato próximo pedido pelo CDC.”

Após a chegada, todos as jogadoras e funcionários deverão se auto-isolar em suas salas por quatro dias. Eles serão testados diariamente durante as primeiras duas semanas e depois regularmente.

A armadora do Chicago Sky, Sydney Colson, anunciou no Twitter que testou positivo para o coronavírus, mas foi no dia 27 de junho. Então, ela não está entre as sete jogadoras infectadas.

Supondo que o Fever possa partir o mais rápido possível no dia 11 de julho, e que eles terão que se isolar em seus quartos por quatro dias após a chegada, isso faria com que somente no dia 15 de julho elas começariam treinar na Flórida. Não está claro se esse contratempo alterará o plano da liga para começar a jogar em 24 de julho, mas se isso não acontecer, o Fever terá apenas nove dias para se preparar dentro da bolha.

Vale lembrar que oito jogadores, incluindo Liz Cambage e Jonquel Jones, anunciaram que ficarão de fora da temporada 2020.

Seja um assinante do Blog do Souza por somente 7 ou 10 reais por mês:

 

 

 

 

Siga o Blog do Souza nas redes sociais:

 

 

 

 

Felipe Souza Ver tudo

Sou o criador do site HSBasketballBR, Blog do Souza e fui co-criador do Live College BR. Fui o primeiro brasileiro a escrever sobre high school para um site americano, o D1Vision. Trabalhei para a Liga Super Basketball como repórter e assessor de imprensa. Também escrevi para os blogs como Jumper Brasil e TimeOut Brasil, tive textos publicados pelo Bala Na Cesta. Trabalho de Scout nas horas vagas e acredito que o estudo diário do basquete, me faz um profissional melhor.

Um comentário em “WNBA anuncia que sete jogadoras testaram positivos para COVID-19 Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: