Ir para conteúdo

Bial é um sopro de esperança para o futuro, mas Basquete Cearense não pode esquecer seu presente

A noite de ontem (8) marcou o anúncio oficial da contratação de Alberto Bial ao comando técnico do Basquete Cearense. Bial, um dos grandes idealizadores do projeto, retorna após dois anos ao Carcará.

Foto: Stephan Eilert

Ele também comandou o Vasco na temporada 2018/19 do NBB e iniciou a preparação do Blackstar em Joinville para a disputa do Campeonato Brasileiro de Clubes, acabou sendo substituído no início de 2020 por Rodrigo Silva.

Sob o comando de Alberto Bial, o time cearense disputou seis edições do NBB. Tendo como melhor resultado um 6° lugar na temporada 2015/2016, quando a equipe terminou entre os quatro melhores na primeira fase, mas acabou eliminado por Mogi nas quartas de final por 3 a 1.

Além disso, ao lado de seu então assistente-técnico Flavio Espiga, conquistaram a LDB em 2014 de forma invicta, fixando no cenário nacional nomes como Davi Rossetto, Sualisson e Alexandre Paranhos.

Davi ganhou o prêmio de MVP
Davi ganhou o prêmio de MVP da competição

LEIA TAMBÉM: Devon Scott terminará a temporada 19/20 em Israel

O que pouca gente comentou ontem em meio a empolgação, mas que também não deve ser esquecido é a situação atual do clube. O Basquete Cearense terminou a temporada 2019/2020 na penúltima posição na tabela de classificação, com apenas cinco vitórias em 26 jogos.

Os jogadores adultos que participaram da campanha, não recebem salário desde o mês de janeiro. Quanto a acordos ou perspectiva de quando receberão pelo período em que vestiram a camisa do time cearense, eles têm pouco ou nenhum retorno dos dirigentes da equipe.

A força de Alberto Bial junto ao meio empresarial é muito grande, o treinador tem muita capacidade para apresentar ideias e deixar os possíveis investidores realmente entusiasmados com o Basquete. Todavia, é necessário uma atenção muito maior ao que ficou para trás, antes de pensar no futuro. Jogadores tem família e ainda mais nesse momento de crise extrema, é necessário esse apoio por parte de seu empregador.

No mais, vida longa ao Basquete Cearense, uma força fundamental para o desenvolvimento da modalidade no Estado do Ceará e em todo o nordeste.

Siga o Lucas Rocha no Twitter:

 

 

Seja um assinante do Blog do Souza por somente 7 ou 10 reais por mês:

 

 

 

 

Siga o Blog do Souza nas redes sociais:

 

 

 

 

Categorias

NBB

Tags

,

Lucas Rocha Ver tudo

25 anos, técnico em locução, apaixonado por comunicação e esportes.

Um comentário em “Bial é um sopro de esperança para o futuro, mas Basquete Cearense não pode esquecer seu presente Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: