Ir para conteúdo

NBA pode perder 1 bilhão de dólares por conta da Covid-19 e causar queda recorde de teto salarial

Em fevereiro no All-Star Weekend em Chicago, Adam Silver foi questionado se as consequências após o tweet do gerente geral do Houston Rockets, Daryl Morey, em apoio a manifestantes em Hong Kong e os subsequentes laços comerciais tensos com o governo e patrocinadores chineses poderiam custar à NBA 1 bilhão de dólares em receita. O comissário da liga rapidamente se opôs.

“A magnitude da perda será de centenas de milhões de dólares, certamente. Provavelmente menos de US $ 400 milhões. Talvez até menos do que isso”, disse Silver.

Passado a crise entre Morey e China, agora a NBA precisa se preocupar com o surto do novo coronavírus. Com a NBA sendo forçada a suspender a competição por conta da pandemia, pode perder cerca de 1 bilhão de dólares, de acordo com executivos das equipes e estimativas da mídia, caso o resto da temporada regular e a pós-temporada sejam canceladas. Para uma liga que desfrutou de uma década de prosperidade, a combinação da controvérsia com Hong Kong e a crise do coronavírus, representa um desafio financeiro sem precedentes e totalmente inesperado para o campeonato.

Também precisamos lembrar que nos últimos 35 anos, o teto salarial da NBA, que está diretamente vinculado à receita da liga, mostrou declínios anuais apenas duas vezes e nunca em mais de US $ 2,3 milhões. O mandato de Silver, entretanto, foi definido por um crescimento notável. Quando ele entrou como comissário em fevereiro de 2014, o teto salarial era de US $ 58 milhões. Esse número quase dobrou para US $ 109 milhões nesta temporada, muito por causa dos acordos lucrativos de direitos à mídia. A receita anual da liga agora supera US $ 8 bilhões, mais que o dobro do que era uma década atrás.

Não é possível avaliar o impacto econômico preciso da temporada suspensa da NBA, mas um executivo de alto escalão disse ao Washington Post que o dano total pode chegar a US $ 40 milhões por equipe, ou mais de US $ 1,2 bilhão, se os playoffs não acontecerem. Da mesma forma, uma análise feita pelo FiveThirtyEight.com estimou que a receita perdida poderia passar de US $ 1 bilhão se a NBA não conseguisse retomar o jogo.

Para chegar nesse número, precisamos lembrar que o preço dos ingressos variam amplamente com base nos fatores de mercado, mas as equipes da NBA têm em média cerca de US $ 2 milhões em receita por jogo em casa na temporada regular. Sendo conservador, são quase US $ 700 milhões em receita perdida em dias de jogos.

John Hollinger, jornalista do Athletic e ex-executivo do Memphis Grizzlies, estimou que essas perdas poderiam se traduzir em um declínio no teto salarial de US $ 8 milhões no próximo ano, facilmente o maior de todos os tempos, mesmo que Silver salve os playoffs. Uma estimativa do Bleacher Report disse que o aumento do teto salarial pode chegar a US $ 15 milhões se a temporada for perdida.

Essa queda teria inúmeras repercussões abrangentes.

Jovens estrelas como Pascal Siakam (Toronto Raptors) e o ala-armador Ben Simmons (Philadelphia 76ers), assinaram prorrogações máximas antes da temporada, que representavam 25% do teto salarial do ano que vem. Esses contratos cairiam proporcionalmente com o teto salarial.

Os agentes livres que chegarão ao mercado neste verão, também serão duramente atingidos. Já que potenciais times terão menos poder de compra do que o inicialmente esperado. A falta de uma super estrela tornaria o período de free agency deste verão relativamente calmo, mas a mudança do mercado poderia incentivar alguns jogadores a exercer suas opções de contrato e adiar se tornar um agente livre até 2021. Os jogadores de segunda linha também podem ser forçados a se contentar com contratos de um ano.

Enquanto isso, as equipes também podem ser forçadas a situações difíceis. Entrando na temporada, a NBA previa que o teto salarial aumentasse de US $ 109 milhões para US $ 116 milhões. A ESPN.com informou em janeiro que as relações desgastadas com a China fariam cair essa estimativa para US $ 113 milhões. Há dois meses, as equipes ainda estavam operando sob a suposição de que o limite aumentaria.

Agora, as equipes podem passar um aperto de várias maneiras. Se o limite diminuir, a linha de luxury tax também diminuirá. Equipes já projetadas para estarem no luxury tax enfrentariam contas mais íngremes. As equipes que passam por baixo dessa linha agora podem acabar como contribuintes, forçando-as a cortar o salário para evitar uma fatura inesperada no próximo ano. Essa dinâmica poderia levar alguns proprietários a pressionar a NBA para manter o teto salarial em seu nível atual, mas essa abordagem estratégica exigiria negociações bem-sucedidas com a associação de jogadores.

A NBA claramente tem preocupações mais prementes do que sua situação de teto salarial para 2020-21, pois continua a lidar com as conseqüências a curto prazo do coronavírus , mas essas questões financeiras são iminentes e inevitáveis.

De fato, a dinâmica do teto salarial desempenhou um papel vital guiando a direção da liga nos últimos anos. O enorme pico de 2016 permitiu que os Golden State Warriors contratassem Kevin Durant, formando assim uma super equipe que dominou as três temporadas seguintes. As relações desgastadas com a China sobre o tweet de Morey e o coronavírus podem não realinhar o cenário competitivo da liga na mesma medida, mas o escopo de seu dano combinado moldará inquestionavelmente o basquete profissional quando for seguro retomar o jogo.

Seja um assinante do Blog do Souza por somente 7 ou 10 reais por mês:

 

 

 

 

Siga o Blog do Souza nas redes sociais:

 

 

 

 

Categorias

NBA

Tags

,

Felipe Souza Ver tudo

Sou o criador do site HSBasketballBR, Blog do Souza e fui co-criador do Live College BR. Fui o primeiro brasileiro a escrever sobre high school para um site americano, o D1Vision. Trabalhei para a Liga Super Basketball como repórter e assessor de imprensa. Também escrevi para os blogs como Jumper Brasil e TimeOut Brasil, tive textos publicados pelo Bala Na Cesta. Trabalho de Scout nas horas vagas e acredito que o estudo diário do basquete, me faz um profissional melhor.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: