Ir para conteúdo

Depois da saída do Bauru e do Pinheiros, o que devemos esperar dos clubes nos próximos meses?

Nesta semana, o Novo Basquete Brasil sofreu duas perdas importantes para a sua competição. O Bauru anunciou a saída da competição por conta da pandemia e o Pinheiros “demitiu” toda a sua equipe com o mesmo motivo.

A saída do Bauru pegou muitos de surpresa, já que até o momento os times acreditavam que a competição poderia retornar ainda esse ano. O Dragão alega que decidiu se despedir dessa temporada, para se preparar melhor para a próxima temporada.

Já o caso do Pinheiros é um pouco mais delicada. O time dispensou os seus profissionais sem projetar um retorno a competição e como a equipe vive um crise financeira interna, a preocupação da modalidade acabar é grande. Outro ponto que chamou a atenção, foi a forma dessa dispensa. O clube enviou uma carta medíocre, errando o próprio nome em uma determinada frase, para os funcionários. Mostrando total falta de empatia, respeito e consideração para os profissionais que trabalharam nessa temporada.

Carta enviada aos profissionais do Pinheiros

A forma de comunicação claramente poderia ter sido feita de outra forma. Mas como dirigente normalmente gosta de fugir de qualquer questionamento, eles preferiram enviar uma carta. Um representante ainda teve a “coragem” ou falta de vergonha na cara de falar para o GloboEsporte.com a seguinte declaração:

“- Estão fazendo um alarde muito maior do que realmente é. O Pinheiros vai cumprir o contrato integralmente. Está um alarde muito grande, esta carta – diz um representante de três atletas da equipe, que pediu para não ter o seu nome revelado pela reportagem.”

Claro que o Pinheiros vai cumprir sua obrigação trabalhista, pois é obrigado. Mesmo que demore, o time precisa arcar com os custos. Esse mesmo “ser humano” ainda acha que é normal esse tipo de dispensa. Isso só nos mostra como tem muitos agentes no mercado que prefere defender o clube do que o atleta que paga os seus salários.

Enfim, mas o que podemos esperar para os próximos meses? Veremos mais times saindo da competição?

A minha opinião é que isso deve se agravar com o passar das semanas. Os clubes não devem segurar por muito tempo essa indefinição de retorno e a saída vai ser considerada normal. Na minha humilde opinião, não há motivo para que se pense ter NBB esse ano. O pior da pandemia ainda não chegou, você acreditando ou não, e o isolamento social deve permanecer por muitos meses ainda. Tentar manter a competição, não faz sentido na minha visão e ainda acho que gera um desgaste desnecessário. Porém, não sou eu quem voto e decido isso. E também não podemos esperar muito de quem foi uma das últimas competições a suspender os seus jogos.

Voltando para os clubes, algumas situações preocupam bastante. Um caso é do Botafogo. O alvinegro carioca está com salários atrasados (cerca de 5 meses) e totalmente rachado fora de quadra. Hoje eu posso afirmar que o projeto não continuaria para a próxima temporada, mas isso vale um outro texto.

Outra situação que chama a atenção, é do Rio Claro. O time que subiu recentemente para o NBB, tem situação financeira um pouco melhor do que a da equipe carioca, mas está longe de ter dinheiro sobrando em caixa. Isso por que estamos falando de times que estava classificados para os playoffs. Se olharmos para fora dessa lista, equipes como Basquete Cearense, São José e Brasília vivem situações bem complicadas também.

A tendência são os times serem mais conservadores com o que se espera dos próximos meses e é totalmente compreensível. Acredito que esse seja um bom momento para que os clubes comecem a traçar estratégias para diversas situações que possam aparecer nos próximos meses. Só podemos torcer pela prudência das equipes e respeito com os seus funcionários nesse momento difícil.

Seja um assinante do Blog do Souza por somente 7 ou 10 reais por mês:

 

 

 

 

Siga o Blog do Souza nas redes sociais:

 

 

 

 

Categorias

NBB

Tags

, ,

Felipe Souza Ver tudo

Sou o criador do site HSBasketballBR, Blog do Souza e fui co-criador do Live College BR. Fui o primeiro brasileiro a escrever sobre high school para um site americano, o D1Vision. Trabalhei para a Liga Super Basketball como repórter e assessor de imprensa. Também escrevi para os blogs como Jumper Brasil e TimeOut Brasil, tive textos publicados pelo Bala Na Cesta. Trabalho de Scout nas horas vagas e acredito que o estudo diário do basquete, me faz um profissional melhor.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: