Ir para conteúdo

A polêmica entre Penny Toler, ex-general manager do Sparks, ganha um novo e sombrio capítulo

O que possuem em comum Brian Agler, ex-técnico do Sparks (2015-18), Geno Auriemma, técnico universitário lendário de basquete feminino e Isiah Thomas, ex-jogador do Detroit Pistons e possuidor de uma camisa alçada no Little Caesars Arena?

Todos eles enfrentam, ou enfrentaram acusações relacionados a assédio sexual relacionadas ao basquete feminino.

Sendo Brian Agler, atualmente técnico do Dallas Wings, último acusado da lista e pilar de uma reviravolta recente na polêmica de outubro de 2019, quando Penny Toler, naquela época general manager interina do Sparks, fora demitida após comentários pós-jogos considerados inadequados.

Vamos relembrar o que aconteceu.

 

Toler está processando o Los Angeles Sparks por discriminação de gênero, alegando que o seu afastamento do cargo de general manager não teria acontecido caso fosse homem e que sua demissão foi mais relacionada a ela ter confrontado a direção da equipe sobre relações extraconjugais, ou adúlteras entre a administração, técnico e empregados, seja atleta ou não.

Declaração emitida pelo Sparks em que Holoman agradece a Toler pelos serviços e a condecora com inúmeros elogios, apesar da demissão.

Entretanto, é difícil interpretar os fatos alegados por ambas as partes desconhecendo o contexto da época. Vamos voltar na campanha do Sparks nos playoffs de 2019.

O Los Angeles Sparks foi líder da Conferência Oeste com 22 vitórias e 10 derrotas, Chelsea Gray, Candace Parker e Nneka Ogwumike lideraram a equipe na 1a temporada sem Brian Angler, técnico da equipe desde 2015, demitido após a derrota da equipe para o Washington Mystics no segundo round dos playoffs de 2018. Derek Fisher substituiu Angler, que assinou com o Dallas Wings posteriormente. Contudo, ao avançarem para os playoffs sob o comando de Fisher, a equipe não resistiu e perdeu para o Connecticut Sun na semi-final.

Essa foi a largada das polêmicas entre Toler e o Sparks. Mais especificamente o final do segundo jogo da série: dia 19 de setembro de 2019.

Toler entra no vestiário após a derrota de 94 a 68 para o Sun, e na tentativa de motivar as atletas da equipe, utiliza de um discurso carregado de expressões obscenas, injúrias raciais e ameaças de que fossem trocadas. A ex-general manager da equipe admitiu posteriormente a utilização da linguagem ofensiva, mas ressaltou à ESPN que havia no seu discurso o propósito de dar um empurrão na equipe diante da próxima partida. Toler foi desligada da função de general manager e vice-presidente que exercia na equipe desde a sua aposentadoria, em 1999. Holoman, sócio-gerente e diretor, assumiu interinamente e Penny calou-se.

Técnicos falam com seus jogadores para os incentivar. Muitos deles usam uma linguagem mais suja e controversa. Se a equipe não está OK com isso, então não está OK para todo mundo. – Dawn Collins, advogado de Toler.

Contudo, Toler processou o Los Angeles Sparks ao considerar que a atitude da equipe seria diferente caso ela fosse homem, incrementando à polêmica que sua demissão pouco foi relacionada a sua atitude no vestiário, mas, que suas queixas quanto a relação extraconjugal da ex-presidente Christine Simmons e Holoman, foram o principal fator.

Simmons deixou a presidência em 2018, quando Danita Johnson assumiu, entretanto, Simmons continuou a ter muita influência no dia-a-dia da equipe devido a sua relação com Holoman, e para ilustrar a afirmação anterior, ela relata que no ano da demissão de Christine, ela – Toler – foi impedida de trocar a All-Star Candace Parker porque a atleta tinha uma relação muito próxima com a ex-presidente, que por trás das cortinas havia vetado a troca através de seu parceiro Holoman. Somado a isso, Penny considerou que o estrago feito a sua imagem excedeu os limites.

Eu não era parte daquilo. As pessoas não tem idéia do que eu passei trabalhando para o Sparks depois que essa administração assumiu. – Toler

Contudo, a relação da ex-presidente e o sócio administrativo não foi a única imprópria nos anos recentes do Sparks, segundo Penny. Ela mencionou que Simmons não possuía relações inapropriadas apenas com seu companheiro de trabalho, mas com um “ballboy”, um técnico – que ela não citou o nome, mas é explícito ser Brian Agler – e uma atleta.

Citado como “ex-técnico”, Brian Agler, também tinha relações sexuais com uma atleta não-identificada e abusava verbalmente de diversas atletas. Todas essas situações faziam do exercício de seu emprego mais difícil, dizia Toler. Ela reportou todos os ocorridos da equipe e prometeu investigar.

A conduta sexual predatória dele – Agler – motivou determinadas atletas da equipe a discutir sobre o quanto ele as fazia estar em situação de desconforto, fazendo com que deixassem a equipe. – Toler.

Independente das ações de Penny Toler, ex-general manager da equipe e vice-presidente, as declarações sustentadas por ela legalmente devem ser levadas adiante com a seriedade que demandam. Títulos e equipes estreladas não conseguirão ofuscar a nuvem negra que paira atualmente sobre a organização.

Porém, os holofotes da cidade angelina estarão sobre o Sparks, conforme a crise andar, seja para marcar na história uma mancha sombria ou condenar Toler ao ostracismo.

Nota: Christine Simmons agora é COO da The Academy of Motion Picture Arts and Science, Agler é técnico do Dallas Wings e Eric Holoman segue como uma das principais figuras na estrutura hierárquica do Sparks.

Da esquerda para a direita: Eric Holoman, Christine Simmons, Joset Wright-Lacy (presidente de uma empresa da área financeira) e Magic Johnson

Siga o Cainã Lima no Twitter:

 

 

Seja um assinante do Blog do Souza por somente 7 ou 10 reais por mês:

 

 

 

Siga o Blog do Souza nas redes sociais:

 

 

 

 

Categorias

WNBA

Tags

,

cainalimma91 Ver tudo

Chicago Bulls sei lá por quê. Defensor nato do Zach LaVine e apaixonado pela dupla "VanderQuigs".

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: