Demais Times NBB

Subestimado? Renan Lenz é fundamental para a boa campanha do São Paulo no NBB

Natural de Santo Ângelo (RS), Renan Lenz está em sua oitava temporada no Novo Basquete Brasil (NBB). O ala-pivô se tornou um dos melhores coadjuvantes de toda a liga, sendo um jogador de suma importância em sua equipe atual, o São Paulo. Na atual temporada ele tem médias de 12.3 pontos, 5.7 rebotes, 1.2 tocos e 16.3 de eficiência em 30.3 minutos por partida, seus melhores números em toda carreira.

Renan iniciou sua carreira no NBB com 18 anos de idade, jogando pelo Araraquara, mas ficou pouco tempo na equipe do interior paulista, apenas entre 2008 a 2010. Em sua primeira temporada teve médias de 1.3 pontos e 1.4 rebotes em 6.2 minutos. Ainda jovem, não teve muitas oportunidades, mas aumentou seus números na segunda temporada, terminando 2009/10 com 2.3 pontos e 1.3 rebotes em 8.3 minutos.

Após um período de experiência na competição nacional, Lenz teve a oportunidade de disputar a NCAA, primeira divisão do basquete universitário nos Estados Unidos. O ala-pivô ficou por 4 anos no país estadunidense, jogando duas temporadas por Arizona Western e duas por Utah Utes.

Em sua primeira faculdade ele teve médias altas de 13.2 pontos, 9.4 rebotes e 2,5 tocos, em uma divisão considerada tecnicamente mais fraca. Na segunda faculdade, enfrentou adversários mais complicados e viu seus números caírem drasticamente para 3.4 pontos e 1.8 rebotes em apenas 9.9 minutos. Apesar das baixas estatísticas, foi em Utah que Renan evoluiu ainda mais seu jogo e se formou em Economia.

O gaúcho finalizou seus anos gloriosos nos Estados Unidos e voltou ao Brasil na temporada 2014/15. Contratado pelo São José, o ala-pivô seguiu sem muitas oportunidades e terminou o campeonato com médias de 4.3 pontos em 13 minutos.

Nos anos seguintes as coisas começaram a fluir para Renan, que assinou com o Pinheiros, time onde atuou por dois anos. Na temporada 2015/16 conseguiu ótimos números, 9.4 pontos e 5.1 rebotes em 26.4 minutos. Na temporada seguinte, manteve suas médias e anotou 9.6 pontos no que seria seu último ano pela equipe paulistana.

Foto: Ricardo Bufolin/ECP

Na temporada 2017/18 assinou com o Bauru, que havia sido campeão do NBB na temporada anterior. Sem muito espaço, Renan Lenz atuou por apenas 19.4 minutos e não teve oportunidades para evoluir seu jogo, terminando sua curta passagem pela equipe bauruense com apenas 7.3 pontos e 4.0 rebotes.

Ainda no estado de São Paulo, Lenz assinou com o Paulistano para a temporada 2018/19. O ala-pivô teve ótimos números com uma minutagem baixa, apresentado a evolução que muitos esperavam dele. Em apenas 16.7 minutos por partida, conseguiu boas médias de 8.5 pontos e 3.7 rebotes em novamente uma passagem curta por mais uma equipe.

Renan Lenz assinou com o São Paulo para a disputa do Campeonato Paulista e do NBB. Treinado pelo renomado Cláudio Mortari, o ala-pivô finalmente teve sua esperada grande chance, jogando pela primeira vez na carreira mais de 30 minutos por partida.

Além de suas médias já citadas no início do texto, a eficiência é o maior destaque do gaúcho, que conta com 55% de aproveitamento nos arremessos de quadra, 70% nas bolas de dois pontos, 42,5% nas bolas de três e 70% nos lances livres, números impressionantes para um ala-pivô.

Em entrevista para o Blog, Renan Lenz falou comigo sobre os processos de evolução durante a carreira, o ótimo momento que vive no São Paulo e muitos mais.

Você faz em números a sua melhor temporada da carreira. Em conjunto, qual foi a influência do São Paulo nesse aspecto?

Com certeza o nosso grupo tem me ajudado muito com isso. Acho que somos um time que sabe escolher o melhor de cada um. Temos muitos jogadores que possuem uma ótima leitura de jogo e acho que isso tem me ajudado bastante.

Você se tornou um jogador completo. Tem um bom arremesso e faz um ótimo trabalho no garrafão, além de ser bem presente defensivamente e nos rebotes. Como você analisa a sua evolução durante a carreira para atingir esse auge?

Sempre procurei incrementar meu jogo. No fim de cada temporada sempre faço uma autoanálise e tento ver no que posso melhorar. Acredito que nessa temporada tenho conseguido mesclar muito bem meu jogo dentro e fora do garrafão, criando dificuldades para quem for me marcar. E defensivamente tenho trabalhado duro na academia para melhorar fisicamente, para ficar mais ágil e mais forte.

Na temporada atual, você anotou mais de 10 pontos em 16 jogos. Curiosamente, o São Paulo venceu todas essas partidas. Qual a forma de manter esse mesmo volume de jogo para conseguir mais vitórias?

Continuando o que respondi na última pergunta. Eu tento sempre ler o jogo e ver o que o adversário está pedindo. Se for um jogo em que estão tirando o arremesso de fora, vou para dentro e vice-versa. Acho que esse é o segredo para manter esse volume de jogo!

Em Utah, você se formou em Economia, então possui bastante conhecimento nessa área. Como você analisa os desafios financeiros que as equipes de basquete precisam enfrentar aqui no Brasil?

Eu tento aplicar o que aprendi na faculdade na minha vida e também tento analisar como os times agem financeiramente para ter uma ideia melhor de como o mercado funciona. Então tento sempre me manter informado sobre o que está acontecendo financeiramente no Brasil.

Sua mulher (Chelsea Lenz) também é jogadora de basquete e vocês se conheceram por conta disto. Existe uma pressão sobre você nos jogos por ela sempre te acompanhar e também saber tudo sobre a bola laranja?

“Não existe pressão nenhuma. Por ser uma jogadora, gosto muito de conversar com ela antes e depois do jogo sobre o que acontece. Ela é minha maior apoiadora e também minha maior crítica. Se eu faço alguma coisa de errado, ela fala na hora. Nosso relacionamento é muito bom. Sei que ela me chama a atenção para que eu possa melhorar, mesmo quando não vejo esses defeitos. Devo muito da minha carreira a ela.

Um de seus hobbies favoritos é pescar. A pesca ajudou no entrosamento com jogadores como o Georginho? Já que vocês praticam juntos e se dão muito bem dentro de quadra.

Pescar é com certeza um de meus hobbies favoritos. Pesco desde pequeno, e quando fui jogar no Pinheiros descobri que o Georginho também era um pescador. Desde então, sempre que temos uma folguinha tentamos ir pescar. Isso com certeza ajuda no entrosamento, acho que nos entendemos muito bem dentro e fora de quadra.

Pela primeira vez em sua carreira você está jogando mais de 30 minutos por partida, e alguns de seus companheiros jogam mais de 35. O que você acha da rotação imposta pelo técnico Cláudio Mortari? Ele tira o melhor de vocês?

Não tenho do que reclamar. Está dando certo e estamos todos em forma para conseguir jogar essa minutagem. Não vejo problema nenhum nisso. Estamos totalmente preparados para jogar o quanto precisar.”

A LNB anunciou que o NBB seria paralisado durante a partida entre São Paulo e a UNIFACISA, na Paraíba. Você que teve que viajar para o nordeste mesmo com o surto do coronavírus (COVID-19), tem uma opinião formada sobre a medida da liga?

Essa medida veio mais tarde do que esperava. Particularmente já estava bem preocupado com essa viagem e sei que a maioria dos jogadores do nosso time estavam sentindo a mesma coisa. Deveriam ter suspendido os jogos antes de viajarmos, mas antes tarde do que nunca. O coronavírus está se espalhando muito rápido, então devemos tomar todo o cuidado para diminuir a pandemia do vírus.

Siga o Diego no Twitter:

 

 

 

 

Seja um assinante do Blog do Souza por somente 7 ou 10 reais por mês:

 

 

 

 

Siga o Blog do Souza nas redes sociais:

 

 

 

 

 

 
 
 
 
 
 

0 comentário em “Subestimado? Renan Lenz é fundamental para a boa campanha do São Paulo no NBB

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: