Botafogo NBB

O Botafogo e o seu desempenho medíocre na temporada

Foto: Vitor Silva/Botafogo

Quando a temporada começou e o elenco do Botafogo foi apresentado, vimos um time mais forte no papel do que a temporada passada em que a equipe chegou na semifinal do NBB. Mesmo perdendo algumas peças, o Glorioso conseguiu manter a sua base e trouxe bons jogadores como Du Sommer, Lucas Mariano, Paulinho Boracini, Wesley Sena e por último o americano Freddie McSwain Jr. Mas por que o time carioca não está embalando no campeonato, já que tem uma equipe mais “forte”?

Antes de qualquer resposta, precisamos entender alguns pontos.

O Botafogo começou essa temporada tendo que encarar uma das grandes crises financeiras e políticas que esse projeto já viu. Culpa do basquete? Não, mas definitivamente é culpa dos gestores do clube. É preciso lembrar que muitos dirigentes da Estrela Solitária não se importam com a modalidade e até gostariam que o basquete acabasse.

Para vocês terem uma ideia, quando o Vasco saiu do NBB alegando que o patrocínio da TIM tinha ido para a base do futebol (algo que nunca aconteceu!) e com isso não conseguiria sustentar uma nova temporada na competição, muitos dirigentes e conselheiros do Botafogo questionaram por que o clube não fez a mesma coisa. Vale lembrar, que o futebol é o carro chefe da maioria dos times de camisa e o alvinegro vem passando grandes dificuldades nessa modalidade.

Foto: Vitor Silva/Botafogo

Foi a partir deste momento que a instabilidade fora das quadras começou a crescer. Além disso, ano que vem tem eleições e o jogo político está fervendo por lá. Não vou entrar em questões políticas, por que eu não me importo e sei que no fim o esporte é quem perde.

Então com a instabilidade crescendo fora das quadras, o Botafogo conseguiu o patrocínio da TIM de mais de três milhões de reais para o basquete, pagou mais de 4 meses de salários adiantados para os jogadores (algo que ainda vou debater no blog) e viu o vôlei encerrar as atividades por falta de dinheiro. Esse mix de situações, fizeram com que o caos se instaurasse de vez no clube.

Recentemente eu conversei com o treinador Léo Figueiró sobre essas situações fora de quadra e veja o que ele falou sobre o assunto.

Felipe Souza – Quanto às críticas, isso é algo que o torcedor botafoguense está começando a fazer, algo que não aconteceu na temporada passada, muito por causa da melhora do elenco e do bom trabalho feito. Como ocorre a preparação dos atletas para assimilar essas críticas e focar em quadra?

Léo Figueiró – Os atletas precisam saber lidar com todas as situações. Da mesma forma que é bom receber elogios, a crítica também faz parte da nossa profissão. É preciso maturidade. As críticas costumam vir de pessoas que não estão em nosso dia-a-dia e, por causa disso, muitas vezes injustiças são cometidas, mas faz parte. Precisamos continuar trabalhando. Vivemos situações adversas na pré-temporada desconhecidas por muitos, problemas inclusive com contusões. Nessa semana, Lucas Mariano e Du Sommer não puderam treinar por causa de uma conjuntivite, atrapalhando bastante nosso treino. São situações que qualquer time está disposto a enfrentar, onde precisamos extrair o melhor dessa situação. Temos um jogo agora contra Pato Basquete, equipe valente e bem treinada, e depois ainda temos a nossa meta no Sul-Americano que é chegar à final.

Felipe – O quanto o ambiente fora de quadra é capaz de atrapalhar dentro dela?

Figueiró – Esse clima de instabilidade demorou para chegar ao basquete. Cada dia surge uma novidade e uma situação. O término do vôlei gerou uma preocupação em todos, com muitas incoerências também. Existe sempre uma conversa com a equipe onde dividimos o que é verdade e o que é mentira para manter a tranquilidade dos jogadores. Alguns já foram membros de equipes de futebol enquanto outros estão passando por situações novas, sendo necessário sempre muito cuidado e maturidade. É preciso passar por isso tudo junto, as fases boas e ruins. Somente nós somos capazes de passar por esses momentos.

Foto: Vitor Silva/Botafogo

Mas não é só fora de quadra que o Botafogo sofre.

Dentro dela os problemas continuam aparecendo. Wesley Sena fraturou o pé e só volta em janeiro, Lucas Mariano começou bem no Estadual mas tem oscilações de desempenho nos principais campeonatos que o Botafogo disputa, Jamaal chegou só para o inicio do NBB assim como o Freddie e está evidente que o time ainda não encaixou.

Olhando os números, o Botafogo dessa temporada só tem um recorde (2-5) melhor do que aquele time que tinha Átila e companhia por causa de uma vitória. Além disso, a equipe está longe do rendimento que teve no ano passado em que fez 4-3 em sete jogos.

Neste NBB, o Glorioso é a segunda pior equipe em média de pontos feitos. O time alcança em média 73.14 pontos por jogo e a equipe está na frente somente do Pato Basquete, que normalmente faz 60.86 pontos por partida.

Se o ataque não dá muitas alegrias, a defesa também não vem ajudando. Até o momento, o Botafogo é a quinta pior defesa do campeonato. O alvinegro cede em média 82.43 pontos para os seus adversários.

Porém, o que o Glorioso precisa fazer para que essa situação mude nos próximos jogos?

A melhor solução seria resolver o caos político e focar no trabalho dentro de quadra, mas sabemos que quando algo envolve dirigentes nada acaba tão cedo. Então, o time como um todo precisa encaixar o quanto antes e isso só vem com os treinos diários e muito estudo.

Porque hoje se o Botafogo não mostrar o desempenho que esse time pode entregar em quadra, podemos estar vendo de perto uma das maiores decepções do ano no basquete nacional.

Foto: Vitor Silva/Botafogo

Seja um assinante do Blog do Souza por somente 7 ou 10 reais por mês:

 

 

 

 

Siga o Blog do Souza nas redes sociais:

 

 

 

 

Felipe Souza é o criador do site HSBasketballBR, Blog do Souza e é co-criador do Live College BR. Ele escreve para o site americano D1Vision, para a Liga Super Basketball e tem textos no Bala Na Cesta. Faz trabalho de Scout nas horas vagas e acredita que o estudo diário do basquete, faz dele um profissional melhor.

0 comentário em “O Botafogo e o seu desempenho medíocre na temporada

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: