Europa

Usman Garuba: A Nova Joia do Real Madrid

Geralmente, clubes mais ricos dentro do Basquete Europeu não apostam muito em jovens jogadores. Isso se dá, entre outras coisas, porque as pretensões são muito grandes e dificilmente um atleta entre seus 16-21 anos está preparado para contribuir em facetas diversas de seu jogo, em um estágio ainda de maturação física e técnica, adaptando-se a realidade do basquete profissional. O aspecto físico da elite é muito diferente da base, fora que sobra orçamento para os maiores clubes construírem elencos profundos, que não precisam de produtividade dos meninos pra já.

Essa realidade gera um cenário dúbio, em que os clubes de maior estrutura, que podem dar maior suporte ao desenvolvimento de um adolescente, não possuem espaço para utilizá-los em quadra em alto nível. Por conta disso, o destino acaba sendo empréstimos para clubes menores e, eventualmente, a saída em definitivo para outro lugar. É um coisa comum não só no basquete, como em outros esportes, tal qual futebol. É preciso estabelecer uma cultura e ter uma consciência muito importante da formação de seus jovens para continuamente dar oportunidades a estes, mas com resultados suportando a paciência dos dirigentes, que pode não ser tão grande.

Por isso era tão impressionante o que Luka Doncic fazia na Espanha, MVP da Euroliga aos 18 anos, campeão do EuroBasket aos 17 e parte regular da rotação do Real Madrid deste os 16. Se os meninos mal jogam, quanto mais atingirem nível de dominância e serem as estrelas da companhia. Isso só era possível para Lukita porque este teve uma maturação física que começou cedo, já musculoso (ainda que pudesse ganhar explosão) e disciplinado na defesa para sua idade, capaz de fazer parte de uma execução defensiva, além de todo o talento, QI de Basquete e versatilidade do criativo esloveno.

Entretanto, o ala-criador do Dallas Mavericks não foi o único caso recente do jovem que se desenvolveu cedo e logo conquistou espaço na rotação em Madrid. Antes, Nikola Mirotic, agora no Barcelona, conseguiu lugar como Ala-Pivô aberto até ser uma força na Europa com seu conjunto de rebotes, chute e fluidez. Sergio Llull é outro que desde cedo está na rotação, primeiro como um armador defensivo, encarrapatado no drible adversário, para depois ser um chutador agressivo e que quase não comete turnover, com instinto assassino. Contudo, não existem casos recentes impactantes além desses.

Aí que temos a mais recente aposta do Real, Usman Garuba, pivô filho de nigerianos, mas já nascido na Espanha. Aos 14 anos, foi MVP do Europeu Sub16 de seleções, torneio que dominou por 3 anos seguidos. Também causou na Euroliga Sub18 e no Europeu da mesma categoria deste ano. Nascido em 2002, o atleta de 2,03 metros de altura se tornou o atleta mais jovem a anotar um duplo-duplo na Liga Espanhola. Nos 6 primeiro jogos da primeira divisão da Espanha, vem jogando 20 minutos por partida (segundo no Real, atrás de Sergio Llull e empatado com Facundo Campazzo), acumulando médias de 6 pontos, 6.3 rebotes, 1 toco e 50% nos arremessos de quadra. Na Euroliga, não vem jogando, com Pablo Laso botando o garoto pra ganhar experiência no torneio doméstico, enquanto roda Walter Tavares, Jordan Mickey, Anthony Randolph e Felipe Reyes, tendo em vista ainda que contrataram o tunisiano Salah Mejri para compor essa rotação, assim que este estiver saudável.

A estratégia da equipe técnica do Real Madrid parece clara: aproveitar do domínio e da profundidade do elenco dos madrilenhos no nível nacional para botar para jogar um jovem cheio de potencial, preparando-o para o que vier no futuro próximo em níveis mais altos, como a Euroliga. Embora Garuba não seja um jogador tecnicamente tão chamativo quanto Luka Doncic, trata-se de alguém de amadurecimento precoce, visto em suas conquistas enquanto um espinhento adolescente.

Em seu jogo, o que mais chama a atenção é capacidade física. Ainda que baixo para um pivô, possui braços longos (2,18 metros de envergadura), é de um tronco muito forte, de atleticismo funcional de atleta de perímetro, com alta consciência corporal e flexibilidade para alguém tão forte e jovem. Seu corpo responde com muita agilidade ao seu pensamento, o que lhe faz parecer recuperar de lances improváveis. Todas as ferramentas para virar uma máquina defensiva, combinada com extintos desenvolvidos de cobertura na defesa e com domínio dos rebotes em todos os níveis que jogou.

Ofensivamente, seu jogo é agressivo, mas sem tanta polidez ainda. É capaz de finalizar ao redor do aro, por cima da defesa adversária em ponte-aéreas, distribuir passes de costas/frente para a cesta, mantendo a fluidez ofensiva. Por outro lado, pode adicionar refino, chute e manutenção do balanço quando finaliza sob contato, para se tornar mais consistentemente eficiente nesse setor da quadra.

Combinação de motor, estilo moderno de defesa e capacidade de preencher os buracos de uma equipe o tornam um tipo de jogador muito interessante, que dá de tudo pela equipe e complementa as necessidades de um conjunto vencedor. Obviamente, como para todo garoto, ainda precisa desenvolver vários aspectos. Acostumado com a dominância física da base, sua produtividade ofensiva sofreu grande queda na transição. Também comete um número enorme de faltas e desperdícios de bola. Tudo isso faz parte do aprendizado. A curva de crescimento vai dizer o quanto que Garuba chegará para 2021 com status de um dos principais prospectos do Draft da classe, já que o garoto ainda nem será elegível em 2020. Para jogar nesse nível nessa idade, precisa realmente ser muito precoce.

Siga o Gabriel Andrade no Twitter:

 

 

 

Seja um assinante do Blog do Souza por somente 7 ou 10 reais por mês:

 

 

 

 

 

Siga o Blog do Souza nas redes sociais:

 

 

 

 

 

 
 
Anúncios

Categorias:Europa

Marcado como:, , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s