Botafogo

OPINIÃO: Poder contratar quatro estrangeiros, é necessidade ou futilidade das equipes do NBB?

Recentemente em uma reunião do Conselho da Liga Nacional de Basquete, foi definido o aumento do limite de atletas estrangeiros de 3 para 4 por equipe do NBB e essa decisão foi bastante discutida nas redes sociais. Mas antes de eu dar minha opinião, eu conversei com o presidente da AAPB (Associação dos Atletas Profissionais de Basquete do Brasil) e atual jogador do Corinthians, Guilherme Teichmann, sobre essa decisão.

View this post on Instagram

Representada pelo seu presidente Guilherme Teichmann a AAPB participou da Reunião do Conselho da Liga Nacional de Basquete nesta quinta feira. Uma das pautas discutidas pelo Conselho foi o aumento do limite de atletas estrangeiros de 3 para 4 atletas por equipe do NBB. Guilherme colocou a posição da AAPP contrária ao aumento, apresentando aos representantes dos clubes os seguintes argumentos: – Esse aumento prejudica o desenvolvimento dos atletas brasileiros, e consequentemente, a evolução técnica das equipes e da Seleção Brasileira. – O aumento de equipes na próxima edição do NBB, principal motivação para essa nova proposta dos clubes, ainda não está confirmado. – O aumento do número de estrangeiros penaliza exclusivamente os atletas brasileiros pela queda do nível técnico do NBB. A AAPB considera que Clubes e Liga Nacional também são responsáveis pelo nível técnico das equipes. Após a apresentação dos argumentos, os clubes votaram e por unanimidade optaram pelo aumento de 3 para 4 estrangeiros, com o compromisso de reavaliar os resultados dessa decisão no fim da próxima temporada. Mesmo incentivando a maior participação dos clubes na liga de desenvolvimento esta medida afeta diretamente a grande maioria dos atletas brasileiros!! Agradecemos à Liga Nacional, em especial seu presidente Kouros Monadjemi e o superintendente Sergio Domenici, por estabelecerem um canal aberto de diálogo a Associação de Jogadores Profissionais de Basquete AAPB. Que no futuro próximo esta medida seja revertida e o desenvolvimento dos atletas brasileiros não seja mais afetado. #ValorizeoBrasileiro #4éDemais

A post shared by AAPB (@aapb.brasil) on

Felipe Souza – A associação foi contra o aumento do número de estrangeiros e falou como pode afetar os jogadores brasileiros. Gostaria de saber como a associação vai lutar pelos jovens jogadores? Já que a nossa base é claramente atrasada quando olhamos para outros países.

Guilherme Teichmann – Essa questão dos jovens, a Liga se comprometeu com os clubes para que todos tenham uma equipe na LDB em dois anos. Todos os times que jogam o NBB, serão obrigado a ter uma equipe na Liga de Desenvolvimento. Na minha opinião, o desenvolvimento dos futuros jogadores acontece muitos antes da LDB e é nessa parte que deveria ser feito um trabalho mais intenso e aprimoramento dos técnicos da base. Acho que esse é um aspecto que tem que ser trabalhado e dado uma ênfase maior.

Felipe – Além de ocupar espaços que poderiam ser de brasileiros. O que essa decisão pode afetar a longo prazo, aos jogadores e ao mercado, já que muitos estrangeiros não ganham em real.

Guilherme – Essa decisão, tem um impacto imediato em duas áreas. Uma, ela automaticamente diminui o valor de mercado dos jogadores. Quando você tem a possibilidade de contratar um estrangeiro a mais, você não tem a preocupação e o senso de urgência de contratar os brasileiros. Você pode formar um time com 4 estrangeiros e você completa com um ou outro jogador. Você acaba não tendo tanta necessidade de ter os atletas brasileiros.

E o segundo impacto que eu acho mais importante, é que com esse aumento de estrangeiros no mercado. Você vai acabar fazendo com que alguns atletas poderiam e deveriam jogar por alguns anos, parem de jogar por falta de oportunidade. às Vezes falta de oportunidade ou até mesmo ter um contrato mais baixo do que deveria ter. Essas são situações que eu já vi acontecer e que eu sei que vai fazer com que alguns jogadores acabem parando de jogar precocemente.

Foto: Satiro Sodré/SSPress/Botafogo

Então, ter 4 estrangeiros é necessidade ou futilidade dos clubes? Na minha opinião, não vejo necessidade aumentar o limite de estrangeiros. Isso por que se olharmos para essa temporada, quando estrangeiros realmente foram decisivos ou jogaram bem? Se eu não olhar para a carreira de alguns estrangeiros aqui no Brasil e só focar em números dessa atual temporada, eu digo que conto nos dedos os que foram realmente bem.

Além do baixo rendimento de vários atletas que vieram de outro país, me questiono por que os treinadores não tiveram direito a voto no Conselho, já que supostamente eles seriam os responsáveis em pedir a contratação desses atletas. Entendo, que já estava acordado o fato dos treinadores não votarem nesse quesito, mas poderiam ter revisto essa situação.

Vi que muitos também falaram que esse aumento se dava por causa do possível aumento de clubes no próximo NBB, já que poderiam faltar jogadores para essas equipes. Esse é outro ponto que não concordo. Para que pagar 10 mil reais em um estrangeiro que acaba não rendendo em quadra e não dar oportunidade para um jovem da base ou jogadores que estão em mercados menos valorizados.

Vou dar um simples exemplo: o Botafogo no Estadual contratou o americano Ron Spencer, que não veio barato para o clube, e no fim ele não deu certo. Ao invés de ir atrás de outro estrangeiro, o clube apostou no Diego Conceição, que jogava em uma liga amadora e no 3X3, e vimos no que deu né?! Outro exemplo que posso citar, é o do Vasco da Gama. A equipe contratou os americanos Sam Muldrow, Joshua Freelove e Holloway, e nenhum dos três ficaram até o final da temporada. Sendo que os dois primeiros ainda saíram no Estadual.

O dinheiro que foi gasto nesses jogadores poderia ter sido revertido ao investimento na base ou até mesmo, em contratações de jogadores brasileiros. Quer dizer que sou contra os jogadores estrangeiros atuarem no nosso país? Jamais. Porém, acredito que esse movimento pode banalizar a contratações desses atletas.

Infelizmente ainda existe dirigentes que acreditam que o fato do jogador ser de fora do país, automaticamente é melhor que os brasileiros e isso obviamente não é verdade. Sem um trabalho de scout correto, os clubes vão continuar contratando jogadores que não rendem e pagando um valor que não vai valer a pena no final.

E ai caro leitor, qual a sua opinião sobre esse assunto polêmico? Você concorda ou discorda do aumento do limite de atletas estrangeiros de 3 para 4 por equipe do NBB? Deixe abaixo nos comentários e compartilhe para os seus amigos.

Siga o Blog do Souza nas redes sociais:

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s