Flamengo

Flamengo não dá chance ao Franca e abre 1-0 na grande final do NBB

Foto: Marcelo Cortes / Flamengo

Neste domingo aconteceu o primeiro jogo entre Flamengo e Franca pela final do NBB no Maracanãzinho. A partida marcou o retorno de um dos ginásios mais tradicionais do Estado do Rio de Janeiro e o público de mais de 7 mil pessoas viram o time comandado pelo Gustavo De Conti dominar o jogo do inicio ao fim. A equipe carioca venceu por 82-68 e abriu 1-0 na série.

Muito foi falado na semana que antecedia a partida, sobre o confronto entre Balbi e Elinho ou como o rubro-negro iria parar o ala Lucas Dias, mas poucos comentaram sobre o Gustavinho e outros jogadores conhecerem tão bem o time francano. Falando rapidamente, Gustavinho treinou Elinho e Lucas Dias no Paulistano na temporada passada e o Deryk e o Jhonatan também estavam nesse time. O fato do treinador do Flamengo conhecer tão bem o que seriam as principais armas do adversário, era uma vantagem clara ao time da Gávea.

Quando um treinador está trabalhando diariamente com um atleta, ele conhece os pontos fortes daquele jogador, mas também sabe quais são as suas limitações e o que faz ele se sentir desconfortável. Além disso, Deryk e Jhonatan muitas vezes marcavam Elinho e Lucas Dias nos treinos e isso também é fundamental para que os jogadores soubessem os “caguetes” dos seus ex-companheiros. E quando começou o jogo, vimos que esses fatores pesaram a favor do time da Gávea. Deryk marcou muito bem o Elinho e não deu espaço para que o jogador paulista gostasse da partida, já o Lucas Dias, ficou “preso” na marcação no primeiro tempo e terminou a primeira parte do jogo com apenas 3 pontos. Ele somente melhorou na volta do intervalo, quando fez 12 pontos no terceiro quarto, sendo duas bolas de três pontos.

Enquanto muitos se preocupavam com Balbi e Marquinhos, vimos a dupla Olivinha e Varejão dominarem o time paulista. Mesmo colocando o Cipolini como titular, Helinho não conseguiu conter o volume de jogo que o Anderson estava entregando e o pior, ele não conseguiu achar um marcador para o ala-pivô Olivinha. Os dois combinaram para 33 pontos e 13 rebotes. Olivinha além de ser o cestinha do jogo e ganhar o prêmio de MVP da partida, chamou a atenção pelo seu aproveitamento absurdo no perímetro. O ala-pivô acertou 5 bolas de três pontos de 6 tentados e teve aproveitamento de 83%.

Foto: Marcelo Cortes / Flamengo

Já não bastasse o bom rendimento individual dos jogadores do Flamengo, também vimos o time ser preciso coletivamente. O time teve somente 5 erros no jogo, contra 10 do Franca, e roubou 9 bolas contra 3 do seu adversário.

Inicialmente todos esperavam um jogo apertado entre as duas equipes, já que se trata dos dois melhores elencos do país, e uma vitória hoje do Flamengo não seria considerada perigosa para Franca. Porém, o que chama a atenção é como o Flamengo ganhou. Não foi um placar apertado e o rubro-negro em nenhum momento se sentiu pressionado pelo time paulista. A equipe comandada pelo Helinho precisa abrir o olho para o jogo de quinta-feira no Pedrocão, se não, poderemos ver sim uma varrida.

Siga o Blog do Souza nas redes sociais:

 

 

 

 

Anúncios

1 resposta »

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s