Demais Times NBB

Com um trabalho sólido no Pinheiros, César Guidetti fala sobre o confronto contra o Botafogo e a preparação da sua equipe para essa fase do campeonato

Foto: Paula Reis/Blog do Souza

A temporada 2017-2018 foi uma temporada para o Pinheiros esquecer. O time paulista terminou na sétima posição (15 vitória e 13 derrotas) e acabou caindo nas oitavas do NBB para o Basquete Cearense. Mas essa temporada vem sendo diferente para a equipe comandada pelo treinador César Guidetti.

O time terminou a temporada regular na terceira posição (21 vitórias e 5 derrotas) e vem apresentando um basquete sólido e consistente dentro de quadra, que deixa a equipe com um status de favorita para chegar bem longe nessa fase final. Além do bom desempenho coletivo, a equipe investiu bastante para trazer vários bons jogadores como o Betinho, Dawkins, Renato e entre outros, mas o bom desempenho passa muito pelo ótimo trabalho que o Guidetti vem fazendo com a equipe.

Estando 4 anos a frente do comando do Pinheiros, César se mostra incansável em buscar a evolução da sua equipe e evoluir como treinador. E na noite de ontem (11), eu tive a oportunidade de acompanhar o treino do time paulista para o confronto contra o Botafogo nesta sexta às 21:10 no Ginásio Oscar Zelaya e ao final do treino, eu pude conversar com o treinador.

Ele falou sobre o seu trabalho no Pinheiros, o jogo dessa quarta de final e muito mais. Confira o nosso papo a seguir e espero que você goste.

Felipe Souza – César, há muito tempo você treina o Pinheiros, já tem uma história longa com esse clube. Como se manter tanto tempo em um clube? 

César Guidetti – Primeiro pela estrutura que o clube oferece, então cabe a nós profissionais que trabalhamos no Pinheiros darmos o retorno. Por que nós temos todas as ferramentas necessárias pra se desenvolver como profissional e realmente é uma oportunidade muito difícil pra um treinador chegar em um patamar de dirigir um clube como o Pinheiros. Então, quando eu fui pro Pinheiros pela primeira vez como assistente, desde lá eu sempre procurei fazer o meu máximo. Como eu sempre fiz em outros lugares, mas sabendo que lá eu teria a condição ideal para trabalhar e evoluir. Nunca se acomodando, sempre procurando se renovar, reciclar, e buscando os resultados.

Felipe – Como você vê a evolução do basquete? Justamente você que está tanto tempo no Pinheiros e enfrentando estilos de jogo diferentes, como o do Gustavinho na época do Paulistano com o “run and gun”, entre outros. Como você consegue se manter nesse patamar até mesmo no estilo de jogo? 

Guidetti – No basquete uma das coisas que mais me motiva de trabalhar são as constantes mudanças. Pouquíssimas coisas que eu fiz na temporada passada, eu faço na próxima. Nós procuramos assistir alguns jogos das grandes ligas, americanas, o basquete universitário, Euroliga, ACB. Mas na medida do possível, por que nossa demanda de jogos no NBB é grande. Sempre encontramos algum detalhe defensivo ou ofensivo e, na medida do possível, de acordo com as características dos jogadores que eu tenho, procuro encaixar novas dinâmicas. 

Felipe – Por falar em ligas de fora, nós ouvimos muitos treinadores que falam que assistem ligas estrangeiras, principalmente a Euroliga. Você também é um desses que acompanha bastante a Euroliga? 

Guidetti – Eu acompanho. Como eu falei, eu acompanho um pouco de tudo. Se eu falar que acompanho muito não é verdade. Mas sempre que eu posso, tenho disponibilidade pra ver alguma coisa, eu assisto algum jogo, alguns lances. Hoje nós temos acesso a programas que já cortam o jogo e nós conseguimos ver o jogo resumido, já no que interessa mesmo. Mas eu procuro ver sim. 

Felipe – Você que tem tanta experiência em playoffs de NBB. Ainda tem aquele frio na barriga? 

Guidetti – Sem dúvidas. O frio na barriga tem sempre, não só nos playoffs, mas em todos os jogos. Então, acho que parece um chavão, mas enquanto nós temos isso, nós temos motivação pra continuar. Independentemente do adversário e da fase do campeonato é sempre a mesma expectativa. 

Felipe Souza – Como passar para os jogadores que enfrentaram o Botafogo na temporada regular e tiveram duas vitórias, que a chave mudou? 

Guidetti: Acho que é um processo que não acontece de um dia pro outro. Nós trabalhamos forte primeiro pra uma boa classificação e acabamos conseguindo uma ótima classificação. Desde então a gente já vem falando de playoffs no dia a dia e nós ainda não sabíamos o adversário. Nós fomos descobrir o adversário há uma semana mais ou menos e então começamos a falar no Botafogo. 

Felipe – O que esperar desse time do Botafogo? Que conta com uma montagem de elenco totalmente diferente do ano passado, estilo de jogo também diferente, mudança de elenco e de treinador.  

Guidetti: É um time muito difícil de enfrentar. Em alguns jogos durante a competição que eles conseguiram encaixar a maneira que eles querem jogar, que eles gostam de jogar, jogaram de igual pra igual contra todos. Então, nós nos preparamos bastante pra esse jogo, pra esses playoffs. Nós conhecemos bastante esse Botafogo, da mesma forma que eles nos conhecem. Como eu falo pra eles, vai ser jogo a jogo, não adianta a gente pensar no jogo dois, que vai acabar em três jogos ou em cinco, que o primeiro jogo é mais importante que os outros. Nós não acreditamos em nada disso, estamos focados somente no jogo um, que para a gente agora é o que vale. 

Siga o Blog do Souza nas redes sociais:

 

 

 

 

Felipe Souza é o criador do site HSBasketballBR, Blog do Souza e é co-criador do Live College BR. Ele escreve para o site americano D1Vision, para a Liga Super Basketball e tem textos no Bala Na Cesta. Faz trabalho de Scout nas horas vagas e acredita que o estudo diário do basquete, faz dele um profissional melhor.

0 comentário em “Com um trabalho sólido no Pinheiros, César Guidetti fala sobre o confronto contra o Botafogo e a preparação da sua equipe para essa fase do campeonato

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: