Extras

Olhar Tático – Criando o Trap Perfeito

Uma das coisas mais difíceis para ensinar aos jogadores jovens, é efetivamente fazer o trapping (armadilha) sem cometer uma falta. O trapping não só leva em conta o atletismo e habilidade do jogador, mas também requer uma enorme quantidade de auto-disciplina.

Embora existam várias razões pelas quais um treinador escolha pelo trap e podemos concordar que o objetivo principal é forçar o turnover (erro) do adversário. Através de passes errados e fazer com que o ataque gaste de 5 a 10 segundos.

Antes de entrar na técnica, vamos discutir os lugares na quadra onde os traps são mais eficazes. Isso é simples de ensinar, é em qualquer lugar na quadra, onde você pode usar duas extremidades/laterais como defensores.

. Ambos os cantos no Back Court (também conhecido como “Coffin Corner”).
. As quinas do meio da quadra.
. As zonas mortas na quadra de ataque (destaquei estes em verde, pois nem sempre eles são uma armadilha eficiente).

Agora vamos passar pela técnica/ensinando pontos do trapping

 

Criar uma Muralha: Um dos fatores mais importantes no trapping, é evitar um buraco na marcação por causa de uma mau posicionamento ou até mesmo por um drible. Isso não é feito com os braços, isso é feito fazendo com que os defensores se sobreponham ligeiramente os pés e quase entrelaçam suas pernas como uma parede. Isso também faz com que os quadris dos defensores se aproximem o suficiente para que feche qualquer espaço.

Braços para cima / mãos para cima: Quando você está ensinando os jovens como aprisionar o atacante corretamente, eu acho que a peça mais importante para ensiná-los é como NÃO ENGANAR. Muitas vezes os jogadores começam a empurrar e bater com as mãos, resultando em uma falta e tornando a armadilha ineficaz.

Uma maneira de remediar esta questão é ensinar a nunca flexionar os seus braços, ou seja, não flexione os cotovelos. Isso criará uma parede mais alta na qual o jogador do ataque deve tentar passar por cima ou em volta. Tenho certeza que muitos treinadores ensinam a focar na bola, mas uma vez que o jogador ofensivo traz a bola para baixo, os defensores trazem suas mãos para baixo e os jovens jogadores não são autodisciplinados o suficiente para não tentar alcançar ou agarrar a bola.

Se você criar uma parede forte na frente do adversário, a única direção em que deve ser capaz de passar a bola será por trás ou por cima. Se você fizer um grande trabalho, a passagem por cima deverá ser um passe de arco-íris que pode resultar em um roubo de bola, mas também dará aos seus jogadores defensivos mais tempo para recuperar a bola.

Feche a Muralha: Quando o jogador ofensivo levar a bola acima da cabeça, os defensores devem pressionar mais ainda o jogador ofensivo. Faça com que seus defensores se aproximem do atacante com o corpo, mantendo os braços e mãos para cima. Isso fará com que o jogador ofensivo se sinta extremamente desconfortável e desequilibrado, dificultando a saída de um passe forte.

No entanto, é importante que, uma vez que o defensor se aproxime do corpo do atacante, ele precisa parar de andar para que o oficial não possa chamar uma falta. É importante que ao longo de toda o trap, seus jogadores mantenham os joelhos levemente flexionados em uma posição atlética. Permanecer em pé inevitavelmente resultará em uma falta ou um buraco defensivo.

Eu não vou entrar em muitos detalhes sobre quando/quem prender e as rotações utilizadas, pois isso depende da localização da bola, quem tem a bola e a localização dos outros jogadores. Porém, vou dar um rápido exemplo.

No caso abaixo, X4 correu, fez o trap rapidamente e prendeu o X1. Minha filosofia sobre isso é se você tiver um X4 rápido o suficiente, eles precisam ter a liberdade de decidir quando é o melhor momento ou não para roubar a bola.

Alguns treinadores podem preferir avançar o X3 e tentar roubar o passe de volta para o 4, mas eu prefiro que o X3 fique no 3. A maioria dos pivôs não são os melhores handlers, então por que forçar a bola para fora de suas mãos? Neste caso, o X4 voltará e tentará pressionar o 4 pelo menos duas vezes antes do meio da quadra, enquanto X1 e X3 negam o seu homem.

Exercício

Embora existam inúmeros exercícios para praticar o trap, esta em um 3 contra 3 é a melhor que eu já vi. (Se você tiver alguns ótimos exercícios, sinta-se à vontade para compartilhar).

Coloque três jogadores ofensivos ao redor do círculo para formar um triângulo (eles não podem se mover ou driblar), coloque três jogadores defensivos dentro daquele círculo; o treinador tem a bola. Uma vez que a bola é passada, os dois defensores mais próximos pressionam a bola. O terceiro jogador defensivo deve jogar com segurança e tentar ler o passador para roubar o passe. O jogador ofensivo com a bola pode passar para qualquer um dos outros dois jogadores ofensivos; Isso também encoraja um passe / passe falso. Os dois defensores vão estar tentando desviar todos os passes.

Você pode pontuar esse treino como quiser:

. Você pode marcar um tempo no relógio e ver qual equipe vai conseguir o maior número de desvios e mudanças de direção da bola.
. O jogador que recebe um passe desviado (turnover) vai para defesa, o jogador que desvia/rouba vai para o ataque.

Use isso no seu trabalho de pré-temporada e eu garanto que isso aumentará sua eficiência defensiva.

Então, você gostou dessa matéria? Tem dicas e sugestões para compartilhar? Deixe abaixo nos comentários e até a próxima.

Anúncios

Felipe Souza é o criador do site HSBasketballBR, Blog do Souza e é co-criador do Live College BR. Ele escreve para o site americano D1Vision, para a Liga Super Basketball e tem textos no Bala Na Cesta. Faz trabalho de Scout nas horas vagas e acredita que o estudo diário do basquete, faz dele um profissional melhor.

2 comentários em “Olhar Tático – Criando o Trap Perfeito

  1. Luca Carvalho

    Ótimo exemplo! O trap é uma arma potente nas categorias de base

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: